Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » EXCLUSIVO

Moisés, ex-Palmeiras, fala sobre passagem na Portuguesa e relembra rebaixamento em 2013: "Aquilo não foi um acaso ou um simples erro, foi uma coisa premeditada"

O meio-campista se destacou no time paulista antes de migrar para a Europa, por onde ficou até ir ao Palmeiras, em 2016, se consagrando um dos melhores da posição

Marcello Sapio Publicado em 17/08/2020, às 13h00

Moisés fala com exclusividade sobre os 100 anos da Portuguesa
Moisés fala com exclusividade sobre os 100 anos da Portuguesa - Getty Images

Moisés é um dos grandes meio-campistas do futebol brasileiro, conquistando o bicampeonato brasileiro com o Palmeiras, em 2016 e 2018.

Hoje, na China, onde defende o Shandong Luneng, ele relembra a sua passagem pela Portuguesa, time por onde jogou entre 2012 e 2014, fazendo 87 jogos e participando de um momentos mais tristes da história: o rebaixamento de 2013. A lusa completou 100 anos na última sexta-feira, 14.

Em uma entrevista exclusiva para o SportBuzz, Moisés falou sobre a importância da Lusa na sua carreira, sobre 2013 e as diferenças entre o time e o Palmeiras, outro grande de São Paulo que defendeu.

Moisés em ação pela Portuguesa em 2012 (Crédito: Getty Images)

 

Ele, para começar, falou sobre como a Portuguesa o ajudou a alavancar a sua carreira. Vale lembrar que, antes da Lusa, ele passou por times de Minas Gerais, como o América-MG.

Moisés comentou sobre a sua primeira chance de disputar a Série A do Brasileirão, na edição de 2012: "Foi o clube que me deu a primeira oportunidade de disputar um Campeonato Braseiro da série A, e nisso eu tive uma exposição um pouco maior pro cenário brasileiro, foi um clube que me abriu as portas e juntos a gente fez um bom trabalho em 2012, conseguindo a permanência, assim como em 2013, se não fosse o caso da punição do Everton. Então teve uma importância muito grande, onde me deu uma grande experiência de estar jogando na série A do Campeonato Brasileiro".

O meio-campista, como dito acima, é bicampeão brasileiro pelo Palmeiras. Ele comparou as torcidas e afirmou que, mesmo sem a Portuguesa ter a quantidade da do alviverde, consegue fazer presença: "A torcida do Palmeiras é muito maior do que a Portuguesa e então acaba que a cobrança acaba sendo maior, porque são muito mais pessoas, tanto para te elogiar quanto para te cobrar, então essa é a grande diferença. Mas acho que em questão de paixão, acho que nem tem como saber qual é maior e qual é menor, acho que é muito próximo isso, independente de qualquer time que você torça, os torcedores são apaixonados pelo clube. O que faz mais a diferença são os números, a quantidade de torcedores de uma equipe para a outra, então acho que essa é a principal diferença".

Como falado, a Portuguesa tem uma torcida bem presente na região em que seu estádio, o Canindé, é sediado. 

Moisés comentou sobre essa "tradição" que a Lusa tem em ser um time familiar: "Foi legal de chegar na Portuguesa e ver que tinha essa coisa de família, não ser uma torcida tão numerosa mas apaixonada e com os torcedores que vão ficando de geração por geração. Eu vinha de um clube, como o América, que também tem essa tradição, de ser um clube que não tem, em números, tanta torcida mas são aqueles poucos torcedores são bem apaixonados. E muitos torcedores mais velhos também, você vai no estádio e tem torcedores mais velhos acompanhando o time, isso foi bem legal".

 

Moisés comemorando um gol pela Portuguesa, em 2012, contra o Palmeiras (Crédito: Transmissão SporTV)

 

Moisés chegou na Portuguesa em 2012, após o título da Série B do time que ficou conhecido como Barcelusa. Ele comentou se teria sentido uma espécie de "pressão" por virar o camisa 10 de um time que vinha com altas expectativas: "Eu não vi minha chegada como pressão, eu olhava mais pelo lado da oportunidade, a oportunidade que a Portuguesa tava me dando de jogar a série A e o clube tava tendo aquela oportunidade, novamente, de disputar o campeonato brasileiro série A, que a muito tempo (o time) não se disputava. Eu senti um orgulho de fazer parte daquele grupo e graças a Deus que deu tudo certo, a gente fez um grande trabalho mas em momento algum eu levei pelo lado da pressão, e sim de aproveitar a oportunidade que eu tanto queria".

Falando em Campeonato Brasileiro, não tem como não falar do escândalo que envolveu o clube em 2013.

O jogador Everton, que acabou entrando no jogo contra o Flamengo, estaria irregular, o que movimentou os tribunais esportivos após o término do Campeonato.

Isso porque a Portuguesa, que havia ficado na 16ª posição, acabou sendo rebaixada com a perda de pontos, e o Fluminense, clube que foi, em um primeiro momento, rebaixado, permaneceu na Série A.

O caso é lembrado até hoje como o que "afundou" de vez a Portuguesa, que engatou uma série de rebaixamentos nos anos seguintes.

Moisés comentou sobre o assunto e, mesmo falando que não sabe quem estaria envolvido, diz acreditar que o caso não foi um acidente: "O que aconteceu ali (em 2013) foi algo muito sério, é difícil da gente falar e, as vezes, julgar de uma maneira errada, então a gente não pode falar sobre nomes ou o que aconteceu. Mas uma coisa que eu tenho certeza, é que aquilo não foi um acaso ou um simples erro, ali foi uma coisa premeditada. Agora não da pra falar quem fez isso, infelizmente, no Brasil, muitas coisas ficam ocultas mas o que eu tenho é esperança, fé e torcer bastante para que a Portuguesa, um dia, possa voltar mesmo sabendo da grande dificuldade que é".

Porém, o meio-campista disse acreditar em uma volta do time à elite, mas não de imediato: "Olha, sendo bem sincero, em um curto período eu acredito que não. A Portuguesa não volte nesse patamar que ela estava em 2012, 2013. Mas eu torço muito para que as próximas pessoas que tomarem a frente da Portuguesa vão fazendo bons trabalhos, para que o clube possa voltar pouco a pouco, porque, realmente, é uma situação bem delicada que o clube vive, e a cada ano que passa vai piorando, porque a saúde financeira do clube está comprometida mas a gente espera que os próximos presidentes vá recuperando aos poucos e que um dia a Portuguesa possa voltar".

Moisés em ação pela Portuguesa em 2012 (Crédito: Getty Images)

 

Por fim, o craque enviou uma mensagem aos 100 anos do clube e agradeceu pelo tempo em que esteve lá: "A mensagem que eu gostaria de deixar a todos os torcedores da Portuguesa é, em primeiro, parabéns pelos 100 anos, sou muito feliz em fazer parte dessa história, de ter vivido nesse clube, um clube tão tradicional e, como falei anteriormente, é torcer e ter esperança pra que a Portuguesa possa se reerguer novamente, e voltar a trilhar caminhos bonitos, como sempre foi a história da Portuguesa. Quero deixar aqui meus parabéns e meu muito obrigado por me ter dado a oportunidade de viver e conviver nesse clube tão maravilhoso. Um abraço a todos".


5 itens do seu time do coração que você não pode ficar sem

1- Camisa Adidas São Paulo 2018 - https://amzn.to/31uv12K

2- Livro Maquete 3D Estádio Vila Belmiro - https://amzn.to/2IZ3AaY

3- Mochila Corinthians - https://amzn.to/2psy3ax

4- Caneca com Abridor,  Flamengo - https://amzn.to/31uUJnQ

5- Fone de Ouvido Cruzeiro - https://amzn.to/33GhR4d

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!