Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Futebol / MUDOU A VERSÃO!

Daniel Alves se contradiz em acusação e admite que houve penetração

Após duas versões negando, Daniel Alves mudou seu discurso pela terceira fez e afirmou que houve penetração vaginal em sua relação com a mulher que o denunciou por estupro

Redação Publicado em 08/02/2023, às 15h41

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Daniel Alves muda sua versão e se contradiz - Getty Images
Daniel Alves muda sua versão e se contradiz - Getty Images

Preso desde o dia 20 de janeiro, em acusação por estuprar uma mulher em uma boate de Barcelona, DanielAlves mudou sua versão e contou uma história diferente sobre o que aconteceu na fatídica noite. A princípio, o jogador tinha relatado que a jovem que denunciou o caso teria feito sexo oral nele, mas agora o atleta admitiu que houve penetração vaginal.

Até o momento, essa é a terceira versão que o jogador conta sobre os fatos que aconteceram na noite do dia 30 de dezembro de 2022. Com as constantes mudanças em suas declarações, o lateral-direito segue preso na Espanha. As informações da nova declaração são do site espanhol “El Tiempo”.

Na última semana, a defesa de Daniel Alves entrou com um pedido na justiça para que o atleta respondesse em liberdade o inquérito, além da crítica a prisão determinada pela juíza que está conduzindo o caso. Em resposta, a magistrada não acatou o pedido, pois afirmou que havia “indícios suficientes” de que aconteceu um estupro. Ainda afirmou que, em caso de liberdade, havia o risco do jogador fugir do país.

Os exames feitos na jovem no mesmo dia em que a denúncia foi feita já haviam comprovado a penetração vaginal. No entanto, o brasileiro relutou em admitir a situação e, antes disso, contou outras duas versões distintas, sem afirmar que teria acontecido. Mesmo assim, a defesa de Daniel Alves segue relatando que a relação entre os dois foi consensual.

Daniel Alves está preso desde o dia 20 de janeiro (Crédito: Getty Images)
Daniel Alves está preso desde o dia 20 de janeiro (Crédito: Getty Images)

Além da comprovação da penetração vaginal, que já foi registrada no mesmo dia que a jovem espanhola fez a denúncia do caso, outras provas foram registradas. Marcas de mordidas, arranhões e hematomas foram encontrados pelo corpo da mulher.


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!