Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Mais Esportes / AUTOMOBILISMO

Temporada da Stock Car termina com Barrichello campeão e inovações sustentáveis

Startups seguem acelerando em busca de soluções para o automobilismo

Redação Publicado em 12/12/2022, às 14h32

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Temporada se encerrou no último domingo - Divulgação
Temporada se encerrou no último domingo - Divulgação

A temporada 2022 da Stock Car Pro Series terminou neste domingo (11/12), com o bicampeonato conquistado por Rubinho Barrichello, em Interlagos, mas as startups incubadas no Manancial, o centro de inovação socioambiental da Cedae, seguem acelerando em busca de soluções sustentáveis e inovadoras para o automobilismo. Dos quatro projetos escolhidos no desafio, a expectativa é que pelo menos dois já apresentem o MVP (Mínimo Produto Viável), uma espécie de protótipo, até fevereiro.

Um dos trabalhos é o da Noah Smart City, que propõe o desenvolvimento de sensores para monitoramento da emissão de gás carbônico (CO2) nos eventos. A Stock Car, por exemplo, já é carbono neutro, mas o projeto vai integrar as iniciativas sustentáveis da categoria, além de ter o objetivo de conseguir monitorar todos os campeonatos nacionais.

A tecnologia será vinculada a uma plataforma de neutralização, que usará as ações do Replantando Vida, programa socioambiental da Cedae, como ferramenta de compensação. Em seus sete viveiros, o programa produz 1,8 milhão de mudas por ano de 254 espécies nativas da Mata Atlântica. Para se ter uma ideia, só em 2022, o Replantando doou 200 mil mudas a dezenas de municípios do Rio de Janeiro.

"Usando sensores de baixo custo, queremos alimentar uma calculadora interativa que vai poder compensar a emissão de carbono de pessoas, organizações e eventos", explica Rodrigo Basto, CEO da Noah Smart City.

O projeto, segundo Basto, vai permitir que empresas e pessoas entendam mais precisamente os impactos gerados por elas para atuar exatamente em cima do problema.

"Conhecer o perfil das emissões permite que as organizações possam dar o passo seguinte, que é o de estabelecer estratégias, planos e metas para redução e gestão das emissões de gases de efeito estufa, engajando-se na solução desse enorme desafio para a sustentabilidade global."

Presidente da Cedae, Leonardo Soares destaca que os projetos das startups na parceria com a Stock Car marcam a nova fase da Companhia, focada na inovação e nos princípios ESG (sigla em inglês para Ambiental, Social e de Governança).

"Os projetos estão a todo vapor. E queremos ir além. O Manancial tem capacidade para incubar até 100 trabalhos por ano. Nosso foco é esse, a inovação. A parceria com a Stock é apenas um dos projetos. Vamos buscar soluções sustentáveis e inovadoras para os desafios do saneamento no Rio e no Brasil", explica Soares.

Participação popular

Uma das ideias previstas pela Noah é criar um engajamento popular contra a emissão de carbono durante as corridas da Stock. A participação será por totens físicos e online, que permitirão doações e compras.

"A partir desse momento, o Replantando Vida terá um papel protagonista nesse ciclo, se tornando peça fundamental nessa descarbonização."

Outros projetos

Além da Noah, a startup Ecoa trabalha para transformar o lodo gerado no processo de tratamento de água em etanol; o grupo BR Rain desenvolve um sistema de IoT (internet das coisas) para aproveitamento da água da chuva; e a Neural Twin (UFRJ) usará da tecnologia de gêmeos digitais para criar representação virtual das corridas no metaverso.

Fernando Julianelli, CEO da Vicar, promotora da Stock Car, comemora a parceria.

"Estou animado e confiante com os resultados positivos que surgiram deste desafio. Espero ver em breve os protótipos para iniciar os testes de usabilidade e verificar a possibilidade de implementar as soluções nos autódromos."


Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!