Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Futebol » PAPO RETO

Neymar admite que não queria ficar no PSG e rebate torcedores insatisfeitos: "Não preciso que gritem meu nome"

Após vitória no Campeonato Francês, o jogador falou pela primeira sobre as negociações frustradas e sua atual fase no time

SportBuzz Digital Publicado em 14/09/2019, às 15h32

Neymar Jr
Neymar Jr - Getty Images

Na tarde deste sábado, 14, PSG e Strasbourg se enfrentaram no Parque dos Príncipes pelo Campeonato Francês.

A partida marcou o retorno de Neymar Jr ao time. Apesar de não o ter deixado oficialmente, ele ficou semanas sem jogar durante a janela de transferências, em que era esperado sua contratação pelo Barcelona, que acabou não se concretizando.

"Todos sabem que era um desejo, sim, de sair e eu queria isso, deixei bem claro. Não vou entrar em detalhes do que aconteceu nas negociações. O presidente daqui sabe o que ele fez e os outros também, então isso é uma página virada. Hoje, sou um jogador do PSG e prometo dar de tudo em campo. Esse é meu papel, é isso que vou fazer nessa temporada, ser feliz dentro de campo", afirmou ele após o jogo.  

Como já esperado, a volta do craque aos gramados não agradou os torcedores parisienses, que o recebeu com vaias e cartazes.

"Neymar Pai, venda seu filho na Vila Mimosa", dizia um cartaz, fazendo referência a zona de prostituição do Rio de Janeiro. "Seu nome na Torre Eiffel, seus milhões em conta, suas noitadas open bar: bem-vindo ao inferno", foi escrito em outro.

Os ânimos exaltados na arquibancada não afetaram o bom futebol do brasileiro, que se destacou e foi o nome do jogo, marcando o único gol e garantindo a vitória do PSG. O lance aconteceu aos 47 do segundo tempo, após um passe de Diallo. Neymar chegou a fazer um segundo gol, mas o árbitro anulou devido ao impedimento de Dí María.

Em entrevista coletiva, o atleta se mostrou calmo em relação aos protestos e afirmou: "Não preciso que gritem meu nome e não preciso que estejam ali por mim. O que eu quero e desejo é que eles estejam ali pelo PSG. Se eles falam que o time é muito grande e maior que qualquer outro jogador, eles tem que esquecer esse jogador e começar incentivar a equipe nos 90 minutos, que eu acho que muito mais importante que ficar vaiando".

SportBuzz agora está no Spotify! Você quer ficar por dentro de todas as novidades do universo esportivo e dos seus atletas preferidos? Acesse https://spoti.fi/2HmL6A4 não dê mais nenhuma bola fora com o seu time do coração!