Sportbuzz
Testeira
Futebol / CAMPEÃO!

Atlético-MG: Vargas é o primeiro chileno a conquistar um título no Galo

Vargas foi o primeiro chileno a ser campeão pelo Atlético-MG

Redação Publicado em 23/05/2021, às 17h23 - Atualizado às 18h08

Vargas é o primeiro chileno a ser campeão pelo Atlético-MG - C2 Sports
Vargas é o primeiro chileno a ser campeão pelo Atlético-MG - C2 Sports
Neste sábado, o Atlético-MG conquistou mais um título do Campeonato Mineiro. Desta vez, com dois empates sobre o América-MG, o Galo alcançou o 46º título estadual. E quem fez história também  é Eduardo Vargas. Aos 31 anos, o atacante se torna o primeiro jogador chileno a ser campeão com a camisa do clube.
 
Na campanha do título, Vargas lidera a artilharia do clube na competição com 3 gols ao lado de Nacho Fernández e Marrony. Além disso, foi o líder em finalizações (14) do campeonato nas 9 partidas em que disputou.
 
“Esse foi um campeonato especial pra mim. Além de ter marcado meu gol de número 150 na carreira, soube também que fui o primeiro chileno a jogar e ser campeão pelo Atlético, um clube centenário e repleto de história. É motivo de muito orgulho fazer parte dessa equipe e quero continuar ajudando o clube dentro de campo”, afirmou,
 
Vargas se destaca pela trajetória vencedora. O título de hoje se torna o 16° na carreira e espera poder comemorar ainda mais com a camisa atleticana, o qual tem contrato até o fim de 2022. A principal esperança é ajudar o clube a conquistar mais uma Libertadores onde Vargas já tem dois gols entrando nos últimos minutos.
 

COMO FOI O JOGO? 

Atlético-MG e América Mineiro fizeram uma grande final de estadual neste sábado, 22. O Galo, que não conseguiu vencer o Coelho na partida de ida e volta, segurou o empate no Mineirão e consagrou bicampeão do Campeonato Mineiro com o placar de 0 a 0 em casa e também fora. Apesar da falta de gols, o clássico das multidões não deixou de ter emoção e bola na trave. 

A primeira etapa foi de grande oportunidades para os dois times. O América Mineiro iniciou o confronto pressionando a saída de bola dos rivais e criou uma grande chance para abrir o placar. Mas depois de um início de muita raça do Coelho, o Atlético-MG se encontrou em campo e só não conseguiu sair na frente devido a alguns milagres de Cavichioli

Um dos destaques dos 45 minutos iniciais foi Nacho Fernández. O argentino foi o retrato do Galo durante o primeiro tempo. Com um início um tanto quanto discreto, o meio-campista foi melhorando conforme os minutos passavam e ficou próximo de inaugurar o placar. 

Chamando a responsabilidade, o meia ficou no quase em duas chances. Na primeira ele recebeu dentro da área e chutou colocado, no canto direito de Cavichioli. O goleiro do América Mineiro apareceu como um gato e evitou o pior. Já na segunda oportunidade, Nacho deu um lindo rolinho e chutou de fora da área, porém a finalização subiu demais. 

Não foi só em chutes de Fernández que Cavichioli fez milagres. Em outras chances com Igor Rabello, Savarino e Hulk, o arqueiro do Coelho operou grandes defesas e fez com que o América Mineiro ainda sonhasse com as chances de conquistar o título estadual. 

Por falar no Coelho, a equipe de Lisca, como dito acima, teve um bom início e pressionou a saída de bola do Galo. Mesmo assim, o América só teve uma grande oportunidade e foi numa bela cabeçada de Rodolfo, artilheiro do Campeonato Mineiro, mas a bola saiu pela linha de fundo.

E O SEGUNDO TEMPO?

Se o primeiro tempo foi repleto de emoções, a segunda etapa continuou na mesma e teve até um pouco mais de preocupação para o torcedor do Atlético-MG. Isso porque, antes dos 10 minutos, Igor Rabello derrubou o atacante do América na área e o juiz marcou uma penalidade. 

Rodolfo acabou sendo o responsável por fazer a cobrança e tentar colocar o Coelho na frente do placar. O artilheiro foi para a bola, porém não conseguiu ter o mesmo retrospecto que nas semifinais contra o Cruzeiro, e parou na trave de Everson. Lisca lamentou muito a oportunidade perdida. 

Depois de um início com grande chance para o América Mineiro, o Atlético-MG voltou a comandar a partida e dar poucas oportunidades para os rivais. O Galo conseguiu segurar mais a posse de bola e teve boas chances com Nacho Fernández e Igor Rabello, porém as finalizações acabaram saindo pela linha de fundo. 

Com o controle da partida, o Atlético Mineiro continuou no mesmo ritmo e permitiu poucas chances para o América-MG. Lisca tentou mudar a postura do time com Bruno Nazário e Ribamar, porém os dois não conseguiram agregar muito para o Coelho e viram o time perder o campeonato estadual para o Galo. 

CONFUSÃO!

Praticamente no último lance da partida, o América Mineiro atacou o Atlético Mineiro e o zagueiro do Coelho foi derrubado. O VAR conferiu e não deu pênalti, mas os jogadores alviverdes ficaram inconformados partiram para cima do juiz e houveram algumas expulsões. 

ATLÉTICO-MG CAMPEÃO!

Com empate em 0 a 0 na ida e na volta, quem acabou levando o título do Campeonato Mineiro foi o Atlético. Por mais que a equipe não tenha conseguido vencer nenhum dos dois jogos na decisão do estadual, o Galo foi o melhor da primeira fase e consigo carregou a vantagem de conquistar a competição com dois empates na final. Essa foi a 46ª vez em que o Atlético Mineiro se sagrou campeão do torneio.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!