Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Basquete » LUTO

Kobe Bryant, ídolo do basquete, morre em acidente de helicóptero nos EUA

Americano, que fez carreira no Los Angeles Lakers, estava com sua filha Gianna, de 13 anos, e outras sete pessoas, que também não sobreviveram

Guilherme Assumpção Publicado em 26/01/2020, às 16h40 - Atualizado às 21h52

Kobe não sobreviveu ao grave acidente; diz site
Kobe não sobreviveu ao grave acidente; diz site - GettyImages

Kobe Bryant, ídolo do basquete, morreu neste domingo, 26, vítima de um acidente de helicóptero. As informações são do site americano TMZ. O astro da NBA estava com outras oito vítimas, quando sua aeronave caiu na cidade de Calabasas, nos Estados Unidos. O ex-jogador tinha 41 anos e fez grande história no basquete atuando pelo Los Angeles Lakers.

O helicóptero caiu em uma área descampada por volta das 16h (horário de Brasília). De acordo com a polícia local, após a queda, um foco de incêndio na aeronave teve que ser combatido pelo Bombeiros. 

De acordo com o jornalista Adrian Wojnarowski, a filha de Kobe, Gianna, de 13 anos, estava presente no helicóptero e também não sobreviveu. A garota e o pai seguiam para um jogo promocional na cidade de Thousand Oaks. Gianna era vista como futuro grande talento do basquete e se inspirava no pai para trilhar seu caminho no esporte.

As identidades de algumas vítimas presentes na aeronave foram reveladas. Uma amiga de Gianna, um familiar dela e o piloto também estavam indo para a cidade de Thousand Oaks.

O acidente e a presença de Kobe na aeronave foram confirmados pelo governo da cidade de Calabasas, onde o helicóptero caiu. A partida entre Denver Nuggets e Houston Rockets respeitou um minuto de silêncio em homenagem ao americano. Pouco tempo depois, a NBA declarou luto oficial pela morte do ídolo.

Durante o jogo entre Toronto Raptors e San Antonio Spurs, a equipe canadense deixou o cronômetro estourar nos primeiros 24 segundos para homenagear o ídolo do esporte americano.

Alex Villanueva, xerife do condado de Los Angeles, afirmou que as investigações já estão sendo feitas para descobrir as causas do acidente. As identidades de todas as vítimas serão divulgadas nesta segunda-feira, 27.

"Estamos investigando e vamos transferir a investigação para a agência federal responsável por aeronaves. Não tivemos sobreviventes. Nove pessoas estavam a bordo, o piloto e mais oito. Não podemos identificar ninguém neste momento. Não seria adequado e é desrespeitoso. Ninguém pode saber de uma morte através de um site. Vamos esperar o trabalho dos legistas. É um trabalho difícil. Não podemos falar mais nada", disse Alex em coletiva.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!