Sportbuzz
Testeira
Vôlei / FALOU!

Tandara emite nota oficial após ser suspensa por suposta quebra de regras antidopagem

Tandara Caixeta foi cortada dos Jogos Olímpicos de Tóquio às vésperas da semifinal do Torneio de Vôlei Feminino

Redação Publicado em 06/08/2021, às 15h19

Tandara se pronuncia após corte da seleção por doping - Getty Images
Tandara se pronuncia após corte da seleção por doping - Getty Images

Na última quinta-feira, 5, foi anunciada a suspensão temporária de Tandara Caixeta, devido a uma suposta quebra de regras antidopagem. Com isso, a atleta foi cortada da Seleção Brasileira às vésperas da semifinal do Torneio de Voleibol Feminino nos Jogos Olímpicos de Tóquio, onde o Brasil enfrentou a Coréia do Sul e venceu por 3x0.

Na manhã desta sexta-feira, 6, foi confirmado pela Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD) que o teste feito no dia 7 de julho, no período de treinamento, deu resultado positivo para "Ostarina", substância que é proibida dentro e fora de competições.

Em sua conta oficial do Instagram, a atleta publicou uma nota oficial emitida pelos seus advogados. Confira!

"Vimos, por meio desta, apresentar a seguinte nota sobre as recentes notícias envolvendo o resultado analítico adverso da atleta da seleção brasileira de voleibol, Tandara Alves Caixeta.

Como se pode imaginar, a notificação de um resultado analítico adverso às vésperas de uma semifinal olímpica, ensejando o inesperado e abrupto corte da delegação, configura situação extremamente desgastante para qualquer atleta.

Poucos sabem, mas anualmente são realizados cerca de 263.000 exames antidopagem no mundo, dos quais apenas 0,97% apresentam resultado analítico adverso, sendo certo que, menos de 0,40% dos casos de doping são de uso intencional de substâncias proibidas.

Recentemente, inúmeros atletas do Brasil foram vítimas de incidentes envolvendo a Ostarina (SARM-S22), a ponto de a ANVISA intervir para proibir a comercialização de tal substância em território nacional.

Até o momento, sequer foi analisada a contraprova de urina da atleta (amostra B), portanto, salvo melhor juízo, não se afigura razoável qualquer pré-julgamento de uma atleta íntegra, sem quaisquer antecedentes e que há anos contribui para as conquistas do voleibol brasileiro.

Confiamos plenamente que comprovaremos que a substância Ostarina entrou acidentalmente no organismo da atleta e que não foi utilizada para fins de performance esportiva.

Tendo em vista o segredo da justiça imposto ao processo, em respeito à ABCD e ao TJD-AD, por nossa orientação, a atleta Tandara Alves Caixeta não se pronunciará até a decisão final sobre o caso."

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Tandara Caixeta 🇧🇷 (@tandaracaixeta)

Segundo informações publicadas inicialmente pelo globoesporte.com, Tandara embarcou para retornar ao Brasil na manhã desta mesma sexta-feira e aguarda momento para se pronunciar. 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!