Sportbuzz
Testeira
Vôlei / SUPERLIGA MASCULINA

Superliga Masculina: Minas vence o Cruzeiro e força terceiro jogo

Superliga Masculina contou com um jogo dramático entre Minas e Cruzeiro na disputa da grande final da competição; decisão agora fica para o terceiro encontro

Redação Publicado em 01/05/2022, às 13h49

Superliga Masculina na partida entre Minas e Cruzeiro - Transmissão SporTV
Superliga Masculina na partida entre Minas e Cruzeiro - Transmissão SporTV

A Superliga Masculina contou com um verdadeiro jogão neste domingo, 1°, entre Minas e Cruzeiro pela grande final, com a equipe da casa chegando a ficar a dois pontos de dar adeus ao título no tie-break, mas conseguindo uma grande e impressionante arrancada para virar sobre o adversário e deixar a decisão de quem leva o troféu para o terceiro jogo.

Dessa forma, a equipe comandada por Nery Tabeiro venceu por 3 sets a 2, com as parciais definidas em 21/25, 25/22, 25/22, 21/25 e 18/16, igualando a série e forçando mais um encontro entre os times. Ainda, de quebra impediu que o rival levantasse a taça de campeão neste domingo, deixando tudo em aberto para a semana que vem.

Canal - SportBuzz

Vale lembrar que na atual temporada da Superliga Masculina, ambas as equipes se enfrentaram quatro vezes, sendo duas vitórias para cada lado. No quinto e decisivo confronto, quem ficar com a melhor vai interromper um jejum de títulos na competição. Sendo o vencedor, o Minas não levanta a taça desde 2006/2007, enquanto o Cruzeiro não ganha desde 2017/2018.

O Cruzeiro começou vencendo, mas logo o Minas tratou de virar para 2 a 1. No quarto set, a Raposa chegou com muita vontade e igualou o confronto em 2 a 2. No tie-break, as joias do time chegaram a fazer 13 a 10, mas o Minas conseguiu mandar uma virada espetacular, ainda com direito a um levantamento praticamente deitado no chão do líbero Maique.

Superliga Masculina na partida entre Minas e Cruzeiro
Superliga Masculina na partida entre Minas e Cruzeiro (Crédito: Transmissão/Sportv)

 

De destaques, William foi mais uma vez um ponto de desequilíbrio a favor do Minas. Na sua 11ª final consecutiva da competição, ele conseguiu colocar seus atacantes quase sempre bem posicionados para virar a bola. Leandro Vissotto foi outro que jogou muito bem e foi uma espécie de bola de segurança do Minas.

Além deles, o jovem Kelvi, de 20 anos, no time titular depois de uma boa final, também foi fundamental para o Minas. Pelo lado do Cruzeiro, Wallace foi o principal atacante, já que no primeiro set foi o responsável por fazer oito pontos. Lopez foi caçado no saque, mas mesmo assim conseguiu ser efetivo no ataque.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!