Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Vôlei » REPRESENTATIVIDADE!

Ponteiro Douglas Souza revela desejo na profissão: "Quero ser lembrado como o 1º homossexual a jogar vôlei em alto nível no Brasil"

Atleta participou da transmissão ao vivo do Taubaté nesta quinta-feira, 16

Izabella Macedo Publicado em 16/04/2020, às 18h31

Douglas Souza revela desejo de representatividade na profissão
Douglas Souza revela desejo de representatividade na profissão - Instagram

Com apenas 24 anos de idade, o ponteiro do Taubaté, Douglas Souza já tem na coleção títulos importantes como de Campeão Olímpico, em 2016, Campeão da Superliga, em 2018/2019 e Vice-Campeão Mundial em 2018.

O atleta participou de uma transmissão ao vivo no Instagram do clube nesta quinta-feira, 16, e respondeu perguntas de fãs e também da torcida.

Durante a conversa, Douglas falou sobre a carreira, seus dias de quarentena e revelou um desejo em especial que tem dentro da modalidade.

"Quero ser lembrado, no futuro, como o primeiro jogador de vôlei declaradamente homossexual a jogar em alto nível", disse.

O objetivo do atleta é servir como espelho e exemplo para quem se sente fora dos padrões sociais.

O desejo de Douglas vai de encontro com a questão trabalhada incansavelmente pela oposta Tifanny Abreu, primeira atleta transsexual a disputar uma partida pela Superliga.

Sobre a quarentena, no meio da transmissão, a mãe do ponteiro questionou se ele estava se alimentando bem durante esse período de isolamento e com muito bom humor, Douglas respondeu:

"Claro, mãe. Inclusive já comi os três ovos de Páscoa que você me mandou", brincou.

Em relação aos treinos serem feitos dentro de casa, Douglas diz que está conseguindo se virar, mas que sente falta de como as coisas eram antes.

"Tento me exercitar como dá, claro que não é a mesma coisa, porque não tenho os equipamentos de malhar pesado, mas me mantenho ativo. E passeio bastante com a minha cachorra. Mas estou sentindo falta da interação com as outras pessoas, do convívio com o grupo. É estranho ficar tanto tempo sozinho e não ter interação", contou.

Com o avanço da crise de coronavírus no país, a Superliga Masculina de vôlei foi paralisada. Tal assunto ainda divide opiniões entre os próprios jogadores, mas para Douglas, o correto era já ter cancelado a competição.

"Acho que a Superliga já deveria ter sido encerrada desde a primeira reunião, assim como aconteceu com a Superliga Feminina. Não tem mais condição de retomar. Todos os clubes dispensaram os seus atletas. Naquela primeira reunião já tinha clube que tinha dispensado seus jogadores. Não tem a menor condição de voltar. Tem muito tempo que a gente não toca na bola, nossa condição física não é a mesma. É inviável. Não existe, na minha cabeça, a possibilidade de o campeonato continuar", finalizou.


5 itens essenciais para quem gosta de vôlei

1- Bola de Vôlei Mikasa - https://amzn.to/2PkNAnQ

2- O que é vôlei: Histórias, regras, curiosidades - https://amzn.to/35YQy7c

3- Rede Vôlei Praia - https://amzn.to/366w9NB

4- Tênis Asics Gel Task Vôlei - https://amzn.to/2JpVEQq

5- Bolsa Fitness Fred Hard Vôlei - https://amzn.to/2JoFjv4

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!