Sportbuzz
Testeira
Vôlei / FIM DE UM CICLO

Natália anuncia aposentadoria da Seleção Brasileira de vôlei

Natália, de 32 anos, já foi campeã olímpica junto com a Seleção Brasileira, mas optou por se aposentar do time nacional nos compromissos oficiais

Redação Publicado em 24/03/2022, às 10h58

Natália, jogadora da Seleção Brasileira de vôlei - GettyImages
Natália, jogadora da Seleção Brasileira de vôlei - GettyImages

O ciclo de Natália na Seleção Brasileira de vôlei se encerrou! De acordo com as informações do jornalista Gustavo Santos, do site "To Fly Volleyball", a ponteira, que foi campeã olímpica em Londres 2012, alegou questões pessoais e já até chegou a comunicar sua decisão final ao técnico José Roberto Guimarães.

Em contato com o site "GE", Natália confirmou a decisão, e ainda disse que só estava esperando o momento certo para anunciar sua despedida. A ponteira também afirmou que chegou em um momento da vida que está mais cansada e que agora pretende focar toda a sua energia no atual clube Scandicci, da Itália, apesar de ter acordo para voltar a jogar pelo Dínamo Moscou.

Canal - SportBuzz

"Só estava esperando falar alguma coisa. Eu não volto mais. É questão pessoal. Eu até brinco com todo mundo, estou ficando velha. Decidi que minha prioridade agora é focar mais no clube. Estou cansada. Quem acompanha nossa carreira há tanto tempo sabe o quanto é difícil a nossa vida. Estava meio difícil de continuar", revelou a jogadora.

Medalha de prata nas Olimpíadas de Tóquio, Natália sai da Seleção Brasileira com apenas 32 anos. Capitã no último ciclo olímpico, a ponteira teve que lidar com uma grande quantidade de lesões além das questões pessoais. Ela ainda contou que essa possibilidade estava sendo considerada desde o ano passado.

Natália anuncia aposentadoria da Seleção Brasileira
Natália anuncia aposentadoria da Seleção Brasileira (Crédito: GettyImages)

 

Natália apareceu como uma das maiores revelações do vôlei brasileiro. Com apenas 17 anos, já era titular do Osasco, acumulando títulos também pelo Rio de Janeiro, para onde se transferiu, e ganhou sequência na seleção. Em 2011, teve diagnosticado um tumor na canela e ficou longe das quadras por um ano e três meses. Na época, Zé Roberto esperou até o limite para poder contar com a jogadora no grupo que levaria o ouro.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Natália Zilio (@natizilio12)

 

O treinador apostava tanto nela que em 2012 a levou para os Jogos Olímpicos de Londres, mesmo sem que ela estivesse 100% recuperada das duas cirurgias. Algum tempo mais tarde, Natália ainda disputaria as Olimpíadas do Rio e de Tóquio, conquistando também uma prata e um bronze em Mundiais.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!