Sportbuzz
Testeira
Vôlei / COMPLICADO

Natália abre o coração e desabafa sobre aposentadoria da seleção

Natália anunciou recentemente que não vai mais realizar compromissos no vôlei pela Seleção Brasileira e falou mais sobre o assunto em um podcast

Redação Publicado em 31/03/2022, às 09h54

Natália, jogadora da Seleção Brasileira de vôlei - GettyImages
Natália, jogadora da Seleção Brasileira de vôlei - GettyImages

Natália abriu o coração sobre os motivos que a levaram anunciar recentemente a aposentadoria da Seleção Brasileira de vôlei. Aos 33 anos, a ponteira falou mais sobre o assunto para Nalbert e Fabi Alvim no podcast "Na rede com Nalbert". Os fãs da jogadora, e da própria seleção em si ainda não conseguiram entender e aceitar que ela esteja longe da amarelinha.

"A gota d'água foi quando quebrei meu dedo mindinho na seleção, ano passado. Já estava sendo difícil por causa de várias lesões - 2018 e 2019 foram anos superdifíceis. Antes da Olimpíada (do Japão), eu pensei "este vai ser o meu ano", mas na terceira semana de treinos eu quebrei o dedo e sabia que precisaria operar. Estou na seleção desde os 16 anos, estava exausta e preferi parar por causa da minha saúde física e mental", começou dizendo.

Canal - SportBuzz

Natália ainda comentou em diversos momentos sobre a necessidade de estar com a cabeça boa dentro e fora da quadra. Um dos motivos foram as redes sociais, que em sua opinião são bem legais para quem sabe usar, mas que também viram uma concentração de comentários e exposições que acabam sendo ruins para a pessoa que lê.

"Tenho me afastado das redes sociais, tentado ficar longe do celular. É uma ferramenta muito legal para quem sabe usar, mas pode fazer muito mal. Já fiz terapia em vários momentos da minha vida, e quando voltar ao Brasil sei que preciso retomar, até porque se a cabeça não está bem, você nunca vais estar ali 100%. A cabeça é quem comanda tudo", contou a ponteira.

Natália em quadra pela Seleção Brasileira de vôlei
Natália em quadra pela Seleção Brasileira de vôlei (Crédito: GettyImages)

 

Durante a conversa, a jogadora chegou a se emocionar e chorou quando lembrou dos momentos marcantes que teve na carreira enquanto vestiu a camisa da Seleção Brasileira. Natália ainda afirmou que não sabe quando será o momento que vai parar de jogar em definitivo, mas que já está se preparando para isso.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Natália Zilio (@natizilio12)

 

"Pouca gente sabe que em 2014 eu tive uma crise de depressão. Discuti várias vezes com médicos sobre lesões e, desde 2019, a chave virou. Eu não estava conseguindo dar conta no clube. Eu chegava quebrada na seleção, ou chegava quebrada no clube. Fui capitã da seleção, e eu não estava conseguindo fazer o que precisava. Eu queria muito ter ganhado uma medalha olímpica jogando mesmo - e isso eu ainda sinto por não ter conseguido realizar", revelou.

"Gostaria de jogar mais uns anos no clube, e se eu ficasse na seleção eu sei que não conseguiria cumprir isso. Não tenho forças para estar na seleção, mas penso em jogar até quando corpo e mente permitirem. A aposentadoria da Fabi sempre foi um exemplo pra mim. Achei que ela ainda tinha muita lenha para queimar, mas ela estava muito serena. É assim que eu quero encerrar. É 'parou porque você quis, e não porque te pararam'", finalizou.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!