Sportbuzz
Testeira
Vôlei / COMPLICADO

Estrela do vôlei russo protesta contra guerra: "A gente não precisa"

Ekaterina Gamova, ex-jogadora da Seleção Russa lamentou o fato de a guerra com a Ucrânia estar acontecendo, e pediu que termine o mais rápido possível

Redação Publicado em 25/02/2022, às 09h42

Ekaterina Gamova, ex-jogadora da Seleção Russa - GettyImages
Ekaterina Gamova, ex-jogadora da Seleção Russa - GettyImages

Ekaterina Gamova, estrela do vôlei da Rússia se manifestou em suas redes sociais sobre a guerra envolvendo Rússia e Ucrânia. A ex-atleta protestou contra a invasão nas terras ucranianas, e afirmou estar com medo, fazendo um apelo para que toda essa situação acabe o mais rápido possível, para que menos pessoas sejam prejudicadas.

"A gente não precisa de guerra nenhuma", escreveu. "Será que não dá simplesmente para chegar a um acordo… Estou com medo… Muito medo… As pessoas, pessoas comuns, elas não têm culpa de nada, mas são elas que sofrem em primeiro lugar…", completou.

Canal - SportBuzz

Ekaterina Gamova ainda contou que ficou emocionada quando parou para olhar para o seu filho, e pensou nas milhares de crianças que estão em território ucraniano, bem no meio do conflito, e que estão sofrendo longe da família, com medo do que pode acontecer com elas, ou até mesmo já sem vida.

"Eu vou me lembrar desse dia pelo resto da minha vida, o dia em que eu própria falei 'Começou a guerra'… Estava olhando pro meu filho e me derramei em lágrimas… Deus, nos ajude… Parem, por favor… Tem crianças lá [na Ucrânia]", lamentou.

Ekaterina Gamova em quadra
Ekaterina Gamova em quadra (Crédito: GettyImages)

 

O conflito

A crise envolvendo Rússia e a Ucrânia teve início quando os russos começaram a acumular militares em regiões próximas da fronteira entre os dois países, já no fim de 2021. De início, os russos negaram qualquer boato de que pretendiam invadir o país. No entanto, no dia 21 de fevereiro, o presidente Vladimir Putin mudou sua postura e discurso.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Ekaterina Gamova (@ekaterinagamova11)

 

Pouco depois do anúncio feito por Putin, ordenando a invasão durante a madrugada, surgiram relatos na imprensa de sons de explosões e artilharia nas cidades ucranianas de Kharkiv e Kiev, entre outras. Para se ter uma ideia, centros de comando militar nas duas cidades foram atacados com mísseis, segundo informou uma fonte do Ministério do Interior a um site ucraniano. 


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!