Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Testeira
Vôlei / LIGA DAS NAÇÕES!

Brasil comete erros, é superado pela Itália e sofre a segunda derrota

Brasil se perdeu nos erros cometidos na partida da Liga das Nações e viu a Itália se saindo melhor no confronto; Egonu venceu o duelo individual com Gabi

Redação Publicado em 18/06/2022, às 17h20

Jogadora do Brasil na Seleção Brasileira - GettyImages
Jogadora do Brasil na Seleção Brasileira - GettyImages

O Brasil até ensaiou um respiro no terceiro set diante da Itália na tarde deste sábado, 18, em partida válida pela Liga das Nações. Depois de um começo bem abaixo, a equipe esbarrou nos erros seguidos e não conseguiu parar o forte ataque italiano, perdendo por 3 sets a 1, com as parciais sendo definidas em 25/15, 25/17, 14/25 e 25/14.

Com esse resultado, o Brasil se deparou com a sua segunda derrota na Liga das Nações. Assim, agora a equipe brasileira está somando cinco vitórias e duas derrotas na competição, sendo que fecha a etapa de Brasília neste domingo, 19, quando encara a Sérvia às 10h (horário de Brasília), podendo ser acompanhada pela "TV Globo", dentro do programa "Esporte Espetacular".

Canal - SportBuzz

O jogo

Primeiro set

Kisy marcou o primeiro ponto da partida, mas logo na sequência, na primeira chance, Egonu tentou fazer o mesmo, mas encontrou a defesa brasileira no caminho. A Itália até desgrudou do placar em um primeiro momento, conseguindo abrir em 5/2. No entanto, no bloqueio de Diana, a seleção foi buscar, e a virada veio depois de um ace no limite de Pri Daroit.

Apesar disso, as italianas foram fortes e precisas, voltando a ficar na frente e chegando na primeira parada em vantagem, com o marcador em 12/9. Depois, ainda aumentaram a diferença para 15/9, em um momento em que Macris estava com problemas para distribuir o jogo, ainda que o passe estivesse vindo na medida certa.

Brasil perde para a Itália na Liga das Nações
Brasil perde para a Itália na Liga das Nações (Crédito: GettyImages)

Quando a Itália chegou aos 17/11, depois de um bloqueio sobre Pri Daroit, Zé Roberto mandou Julia Bergmann à quadra, e algum tempo depois apostou na inversão do jogo com Roberta e Rosamaria. Assim, o Brasil até tentou se recuperar, mas ficou só nisso. Mantendo o ritmo, a Itália fechou a parcial de forma até que tranquila, em 25/17.

Segundo set

Na segunda parcial, o Brasil contou com Julia Bergmann desde o início, e teve os mesmos problemas do set anterior. Sendo superior, a Itália apostava suas fichas em Egonu e Bosetti, e logo de cara abriu 7/3. Apesar das tentativas, os erros bobos continuaram, principalmente no saque. Se aproveitando disso, a Itália disparou em um ataque para fora de Gabi, 14/6.

O técnico brasileiro tentou mudar mais uma vez com a inversão, com Rosamaria enchendo o braço logo de cara para marcar. A Itália chegou a abrir 16/8, e apesar das alterações, nada funcionava. Os erros continuaram no saque e abriram espaço para que a Itália disparasse em direção à vitória no set, principalmente depois do ataque de Degradi, deixando em 25/15.

Terceiro set

A única saída era reagir! Voltando bem mais organizado para a quadra, o Brasil conseguiu abrir 3/0, mostrando estar mais atenta também. Diminuindo os erros, a equipe de Zé Roberto disparou e marcou 9/4. Apesar do pedido de tempo italiano, o Brasil seguiu melhor, e o saque começou a entrar. Com um ace de Diana, o placar ficou em 12/6.

Continuando no serviço, Diana conseguiu mais um ace e anotou 15/6 no placar. Foi a vez da Itália não conseguir fazer pressão sobre as donas de casa, especialmente depois da pancada de Julia Bergmann, que deixou o marcado em 20/10. Nesse momento já não havia mais espaço para mudanças, e Gabi mandou uma pancada para fechar em 25/14.

Quarto set

Ainda que tivesse perdido, a Itália não desanimou, e logo de cara abriu 6/2 no placar. Nesse momento, Zé Roberto mandou Lorena para a quadra no lugar de Diana. Em um ataque para fora de Gabi, as rivais conseguiram mudar o cenário e deixar o placar em 10/3. Na parada técnica, o marcador já estava anotando 12/3 para as italianas.

Aí que a Seleção Brasileira tentou reagir. Depois de um erro de Kisy, Ana Cristina foi para dentro de quadra, mas o placar já estava anotando 16/8 para as rivais. A Itália seguiu firme no ataque, e não deu nenhuma chance para que as brasileiras pudessem encostar. Sem conseguir mostrar poder de reação, o placar fechou em 25/14.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!