Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Vôlei » DE CASA NOVA!

Bernardinho acerta parceria com o Sesc-RJ para treinar o Flamengo no vôlei e comemora: "Momento histórico"

Clubes formalizam o acordo visando se tornar referência mundial também dentro das quadras

Izabella Macedo Publicado em 17/07/2020, às 15h52

Bernardinho acerta parceria com o Sesc-RJ para treinar o Flamengo no vôlei
Bernardinho acerta parceria com o Sesc-RJ para treinar o Flamengo no vôlei - Transmissão SESC RJ

Já há algum tempo, Bernardinho, Flamengo e o Sesc RJ estavam ensaiando uma parceira e ela finalmente foi confirmada nesta sexta-feira, 17, em coletiva transmitida pelas redes sociais. A ideia de ter o treinador é reforçar o time feminino e ser referência também nas quadras.

Em um primeiro passo, o Rubro-Negro e a equipe de Bernardinho garantem que o projeto será a longo prazo.

"É um momento histórico. Há algum tempo conversávamos sobre essa possibilidade, em total alinhamento com o Sesc. E o fruto serão vitórias no campo. A força e a penetração, essa capilaridade que o Flamengo traz vai certamente nos fortalecer na nossa missão. Estamos felizes em dar esse primeiro passo. É o início formal, mas é um trabalho que já vem acontecendo. Mão na massa, avaliando quais são os próximos passos. Estamos prontos para construir o maior projeto que vai inspirar muita gente no Brasil afora", disse.

Torcedor do Botafogo, Bernardinho já havia passado pelo Flamengo, mas como jogador, em 1987. Nesta sexta, na volta à Gávea, foi apontado por ter a cara do time Rubro-Negro, de acordo com o presidente Rodolfo Landim.

"É um dia histórico, estamos reunindo Flamengo, Sesc, tendo um dos maiores vencedores do esporte brasileiro, um dos maiores ícones, que é o Bernardinho. E isso dá a dimensão do Flamengo. Prazer enorme de poder fazer isso, um projeto vencedor no vôlei, no qual queremos colocar muita energia, força. É um primeiro passo para o que a gente espera ser uma parceria de longo prazo", disse o dirigente.

As conversas entre Bernardinho, Sesc-RJ e Flamengo começaram há dois anos. A possibilidade de tornar realidade se prolongou por algum tempo, mas foi formalizado nesta semana, em meio à pandemia de coronavírus.

Depois de cancelar o projeto do time masculino, o Sesc, maior campeão da história da Superliga, com 12 títulos, viu no Flamengo, clube de maior torcida no Brasil, um parceiro ideal após a crise causada pelo Covid-19. Já o Rubro-Negro, um ano após voltar à elite nacional, vê no clube multicampeão a chance de brigar por títulos no vôlei.

 A parceria decidiu que o novo Sesc-RJ/Flamengo vai disputar a competição pela vaga do clube de Bernardinho.

"A parceria veio obviamente a fortalecer os clubes a passarem pela crise. Mas a ideia surge muito antes do início da pandemia, dessa vontade de fazer algo maior, unindo uma marca tão forte como o Flamengo com um projeto sedimentado como o Sesc. Mas, volto a dizer, o esporte no mundo sofreu, está sofrendo. As empresas que hoje patrocinam, a verba de marketing sofreu, a empresa vai defender o caixa. Há um redimensionamento de receita, de patrocínios, de pagamentos de salário, todos estão vivendo isso, e o esporte não é exceção. Temos de encontrar novas formas de chegar aos nossos consumidores, já que por algum tempo não teremos estádios lotados. Essa parceria nos fortalece no sentido de passarmos por esse momento e sairmos mais forre, com capacidade de penetração entre os jovens. Importante termos humildade de reconhecer o momento para todos. Sem vitimismo, encontrar os caminhos, de forma consistente, com muita responsabilidade, governança que sempre pautou o Sesc e que pauta agora o Flamengo. Sem loucuras, sem promessas vãs e fazer as coisas de forma correta", finalizou o treinador.


 
 
 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!