Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Vôlei » POLÊMICA

Bernardinho abre o jogo sobre briga com Zé Roberto e descarta reconciliação: "Tudo tem limite"

Em entrevista ao programa Conversa com Bial, o técnico de vôlei soltou o verbo sobre o polêmico desentendimento

SportBuzz Digital Publicado em 26/09/2019, às 08h54

Pedro Bial entrevista o técnico Bernardinho
Pedro Bial entrevista o técnico Bernardinho - Globo/Fábio Rocha

Bernardinho participou na noite desta quarta-feira, 25, do programa Conversa com Bial, da TV Globo. 

Sem papas na língua, o técnico da Seleção Brasileira Masculina de voleibol relembrou o desentendimento com Zé Roberto Guimarães. Nas Olimpíadas de 2004, na Grécia, o comandante da Seleção Feminina acusou o colega de interferir no seu trabalho. Na época, Fernanda Venturini, mulher de Bernardinho, atuava como levantadora.

“A admiração pelo profissional é indiscutível. Só posso elogiar e reconhecer. Mas houve um fato pessoal e uma acusação pública. E, para mim, as coisas têm limites. Discussões e desacordos podem acontecer, mas quando você coloca em dúvida o caráter da outra pessoa...”, disse ele. 

"Houve uma acusação injusta. Não é que brigamos... A gente se cumprimenta, mas não tem relação. Não tem uma relação que some para o esporte", completou.

Em seguida, o ex-atleta relembrou o início da carreira nas quadras. 

“Eu não tinha o talento desses caras com os quais eu convivi e admirei. Então eu precisava treinar e gostava do processo. Até hoje. Consciente que eu não era talentosíssimo, mas que eu poderia ser um bom jogador e estar ali onde eu queria estar, chegar a uma Olimpíada que eu era um sonho distante, a única coisa que me levaria lá era a disciplina", contou ele.

Reconhecido atualmente como uma dos melhores técnicos da modalidade, Bernardinho não tinha essa ambição quando parou de atuar como atleta. 

“Eu sonhava em ter um futuro no esporte, mas não programei. Tanto que fui estudar economia. Eu me via como um cara de negócios. Fui para a Itália para viver aquela aventura e ali aconteceu (virei técnico). Uma estrada se abriu", relembrou. 

Por fim, o treinador falou sobre a possibilidade de ir para a política. Vale lembrar que, no passado, ele disse que concorreria a governador do Rio de Janeiro, mas desistiu em seguida. 

“Hoje, a resposta é não", concluiu Bernardinho. 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!