Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz

Victoria Souza analisa confronto contra a perigosa Itsuki Hirata no ONE

Brasileira encara estrela japonesa nesta sexta-feira (7) pelo ONE 167 em busca de uma sequência positiva na organização asiática

Redação Publicado em 05/06/2024, às 18h17

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Vick Souza encara estrela japonesa no ONE 167 - Foto divulgação ONE Championship
Vick Souza encara estrela japonesa no ONE 167 - Foto divulgação ONE Championship

A brasileira Victoria "Vick" Souza está se preparando para a maior luta de sua vida contra a estrela japonesa Itsuki "Android 18" Hirata. A tão aguardada disputa de MMA na categoria peso-átomo acontece nesta sexta-feira (7) no ONE 167, em Bangkok, na Tailândia. Depois de estabelecer um recorde invicto no MMA nacional, a catarinense, que venceu uma luta e perdeu duas no ONE, está em busca de uma sequência positiva contra competidores de elite na organização asiática.

Sua oponente no ONE 167 também tropeçou ultimamente, sofrendo duas derrotas consecutivas para as ex-desafiantes ao título Ham Seo Hee e Ayaka Miura. Com ambas em busca de redenção, "Vick" está se preparando para uma guerra contra a perigosa "Android 18".

"Itsuki Hirata é uma atleta de alto nível e com muita experiência no ONE. Ela tem um jogo excelente tanto em pé quanto na luta agarrada. Em qualquer área que a luta se desenvolva, ela será uma oponente difícil, e isso a torna muito perigosa. E como ela está vindo de duas derrotas consecutivas, sei que ela fará o seu melhor nesta luta”, analisou a brasileira.

Judoca talentosa e com um jogo de trocação em constante evolução, Hirata pode representar problemas para qualquer peso-átomo do mundo. No entanto, Victoria Souza e seus treinadores estudaram cuidadosamente a japonesa e acreditam ter identificado algumas fraquezas em seu jogo. Embora Itsuki Hirata seja bastante talentosa, a brasileira está confiante de que ela possui um conjunto de habilidades mais completo e perigoso.

“Seus pontos fortes são suas quedas e sua movimentação em pé. Como eu disse, ela é uma atleta de alto nível e tem um jogo completo. Mas eu acho que sou uma lutadora melhor tanto em pé quanto no chão. Se eu puder colocar tudo o que tenho treinado em prática, terei vantagem e sairei vitoriosa”, aposta a atleta da equipe Double Attack.

Vick possui sete vitórias na carreira, sendo três por nocaute e duas por finalização. E ela espera adicionar mais uma finalização no ONE 167. Mas, ao mesmo tempo, ela sabe que terá um encontro incrivelmente competitivo contra Hirata, que possui seis vitórias no currículo, sendo duas por nocaute e duas por finalização.

“Acredito que será uma luta muito acirrada, e quem cometer menos erros vencerá. Os detalhes e estratégias definirão o vencedor. Tenho muita confiança no trabalho que minha equipe e eu estamos fazendo. Vou deixar minha marca na luta sem depender da decisão dos juízes. Mas se a luta for até o fim, espero poder aplicar os melhores golpes para sair vitoriosa”, concluiu.