Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Mais Esportes / E-SPORTS

Team Liquid inaugura centro de treinamento de 3 mil metros quadrados em São Paulo

Raphael Brito, empreendedor, comentou sobre os benefícios do novo investimento da equipe.

Redação Publicado em 02/05/2023, às 15h35 - Atualizado em 03/05/2023, às 15h39

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Team Liquid inaugura centro de treinamento de 3 mil metros quadrados em São Paulo - Divulgação/ Team Liquid
Team Liquid inaugura centro de treinamento de 3 mil metros quadrados em São Paulo - Divulgação/ Team Liquid

A Team Liquid, uma das principais organizações de E-sports do mundo, inaugurou o seu terceiro centro de treinamento em São Paulo, com um complexo de treinamento, criação de conteúdo, administração, moradia e experiência com torcedores. Os outros dois CTs estão localizados nos Estados Unidos e na Holanda.

Situado na Avenida Angélica, em Santa Cecília, o centro servirá como local de trabalho e, se possível, de moradia para os influenciadores brasileiros e membros dos times de Valorant, Rainbow Siexe e Fortnite. Os funcionários administrativos da equipe também poderão utilizar o complexo.

Em entrevista ao Globo Esporte, o gerente da Liquid, Rafael Queiroz, explicou o motivo da aquisição: "A Liquid é uma organização global e obviamente o Brasil não pode ficar fora de uma expansão global. Se você quer ter relevância com esta alcunha de global, não tem como tirar o Brasil disso, a gente tem uma das maiores audiências e um mercado gigantesco".

Raphael Brito, empreendedor, acredita que os centros de treinamento são uma excelente forma de profissionalizar ainda mais os E-sports, oferecendo um ambiente adequado e estimulante para o desenvolvimento das habilidades dos jogadores e melhoria de sua performance.

"Os centros de treinamento são uma ótima forma de profissionalizar os E-sports, fornecendo um ambiente de treinamento profissional e recursos de alta qualidade para que os jogadores possam aprimorar suas habilidades e trabalhar em equipe de maneira mais eficaz. Isso pode ajudar a desenvolver jogadores mais habilidosos e bem-sucedidos, aumentando a competitividade do time e elevando o nível geral do esporte eletrônico".

"Além disso, o investimento em infraestrutura e tecnologia pode atrair patrocínios e investidores, ajudando a tornar o E-sports ainda mais profissional e lucrativo", completa Raphael.