Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz

Rio de Janeiro pode ganhar a Taça das Favelas do Boxe

Possibilidade foi levantada pelo deputado federal Pedro Paulo durante etapa do campeonato carioca de boxe amador

Redação Publicado em 31/07/2023, às 16h39

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Gabriel Ribeiro, dono da Delfim, Pedro Paulo e Minotouro prestigiaram a competição de boxe - Divulgação
Gabriel Ribeiro, dono da Delfim, Pedro Paulo e Minotouro prestigiaram a competição de boxe - Divulgação

Inspirado na Taça das Favelas do futebol, o Rio de Janeiro pode ganhar a Taça das Favelas do boxe. Foi o que disse o deputado federal Pedro Paulo durante a 1ª edição do Campeonato Carioca de Boxe Amador, realizado no último sábado na academia Delfim - Bingo em Casa, na Tijuca, na zona norte da cidade.

"Tem a Taça das Favelas do futebol e nós vamos fazer a Taça das Favelas do boxe. Vamos ver essa molecada mostrar todo o seu talento e entrar com o apoio, patrocinando esse trabalho para a gente mobilizar o boxe no Rio de Janeiro", discursou Pedro Paulo no tradicional ringue do boxe carioca.

Organizada pela Central Única das Favelas (Cufa), a Taça das Favelas, lançada em 2011, é o maior torneio de futebol entre comunidades do mundo. Além de promover o esporte como ferramenta de inclusão, a competição também dá vitrine para jovens talentos serem descobertos por olheiros de times profissionais.

Quem também marcou presença no evento de boxe realizado na Delfim foi o medalhista de bronze no boxe dos Jogos Pan-Americanos do Rio, em 2007, Rogério Minotouro, que também fez história no MMA. O pugilista elogiou o nível dos atletas e destacou a importância de se investir no esporte.

“O Rio de Janeiro precisa desse movimento de boxe. Gostaria de parabenizar o Gabriel Ribeiro pelo trabalho, eu estive aqui na inauguração da academia Delfim, já treinei muito nesse ringue aqui e sei da importância desse espaço para o boxe carioca. O boxe precisa dessa organização", disse o ex-lutador.