Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz

LFA 162: Dani 'Mão de Geladeira' projeta 'UFC, Contender ou cinturão' em caso de vitória

Embalada por quatro vitórias seguidas, paranaense encara Estefani Almeida nesta sexta-feira (07/1)

Leonardo Fabri Publicado em 05/07/2023, às 09h21

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Dani Antonelli luta nesta sexta-feira - Divulgação
Dani Antonelli luta nesta sexta-feira - Divulgação

Programado para esta sexta-feira (07/7), no Ginásio do Polvilho, em Cajamar-SP, o LFA 162 tem duas lutas femininas decisivas no card principal. Na que fecha a noite, Rose Conceição e Elaine Lopes disputam o cinturão dos palhas. Antes, Daniella "Mão de Geladeira" Antonelli enfrenta Estefani Almeida pelos moscas, num confronto que pode significar voos altos à vencedora. É o que acredita Dani.

"Acredito que mais esta vitória pode me levar diretamente para o UFC ou então fazer eu chegar pelo Contender; senão, será um prazer disputar o cinturão do LFA. Ficarei muito feliz se me derem essa oportunidade. Enfim, estou pronta para qualquer coisa, pois trabalho duro com o apoio da minha equipe", garante a atleta da CMSystem, que venceu seis das sete lutas que disputou.

Oriunda da luta em pé, a representante de Francisco Beltrão-PR anota duas vitórias por nocaute no MMA, fazendo jus ao apelido "Mão de Geladeira". Entretanto, com um triunfo via finalização em seu histórico, ela mostra que pode ser perigosa a todo o momento e em qualquer área. Sua adversária possui oito vitórias em 10 lutas, a maioria delas via nocaute, assim como Dani.

"Sou striker, gosto da trocação, mas como a minha equipe é completa, eu estou pronto para tudo", afirma Daniella. "Acredito que será uma luta muito boa. Estou pronta, sou completa e estou preparada para uma guerra. Tenha certeza disso. Mas particularmente eu acredito que essa luta não irá durar muito. Não quero deixar que o resultado seja decidido pelos juízes, então vou para nocautear ou finalizar", avisa.

Há um ponto de desequilíbrio neste confronto entre duas perigosas pesos-moscas brasileiras: o ritmo de luta. Enquanto Dani fez todas as suas seis lutas que possui como profissional entre 2021 e 2023, Estefani Almeida está retornando à ativa após um hiato de quase cinco anos. A última luta da manauara foi em novembro de 2018, dois anos e três meses antes de Daniella estrear no MMA.

"Sei que minha adversária lutou o Contender, é uma ótima lutadora, uma guerreira e que, inclusive, foi mãe recentemente, mas acredito que ela ficou parada pesa a meu favor, sim. Sei que ela deve ter treinando durante esse período, mas ritmo de luta você só adquire quando luta. Então me vejo em vantagem. Tenho certeza que virá mais uma vitória para o meu time e para Francisco Beltrão", finaliza.

O LFA 162 será transmitido ao vivo para todo o Brasil e o resto do mundo pelo UFC Fight Pass. 

LFA 162
Ginásio do Polvilho, Cajamar, SP
7 de julho de 2023

Peso-palha: Rose Conceição x Elaine Lopes - Cinturão
Peso-pena: Wellinton Prado x Marcio dos Santos Barbosa
Peso leve: Jefferson Nascimento x Ítalo Gomes
Peso-mosca: Daniela Antonelli x Estefani Almeida
Meio-pesado: Rafael Tobias Braz Silva x Miguel Porto
Peso-mosca: Bruno Suema x Alisson Murilo dos Santos
Peso-mosca: Igor Tylon x André Lima
Peso leve: Gabriel Costa x Thiago Ivan
Meio-médio: Michael Oliveira x Francisco Ataliba
Peso-mosca: Cassio Arduini x Renildo Monteiro Magave
Peso pesado: Guilherme Uriel Silva Costa x Abner Ferreira Rodrigues
Peso-palha: Nawira Ferreira da Silva x Lany Silva
Peso-palha: Karla Yasnara Sousa Pires x Gabriela Fujimoto