Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz

Jungle Fight 113 coloca três cinturões em disputa neste domingo

Bruno "Guerra" e Willian "Colorado" lutam pelo título dos penas

Leonardo Fabri Publicado em 10/12/2022, às 19h34

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
'Guerra' e 'Colorado' duelam pelo título dos penas - Leonardo Fabri
'Guerra' e 'Colorado' duelam pelo título dos penas - Leonardo Fabri

O Jungle Fight se despede de 2022 com nada menos que três disputas de cinturão, em sua 113ª edição, que acontece neste domingo, 11, em São Paulo-SP, com mais um desafio entre estados. A luta principal coloca frente a frente o atual campeão dos penas, Bruno "Guerra”, contra o ex-campeão dos dos penas e dos galos Willian "Colorado”.

Todos os seis postulantes a títulos bateram o peso de suas respectivas categorias na pesagem realizada na tarde deste sábado. Cada um dos que disputam cinturão nasceu em um estado diferente. São dois nortistas (Amazonas e Pará), três nordestinos (Alagoas, Bahia e Sergipe) e um do Sudeste (São Paulo).

Nascido em São Paulo, mas radicado em Tauá-CE, Bruno “Guerra” Fontes conquistou o título dos penas em uma verdadeira guerra de cinco rounds contra Caíque “Striker", em setembro. Invicto e com cinco vitórias em cinco lutas, ele possui três nocautes e uma finalização.

Depois de conquistar os cinturões dos penas e dos galos, o sergipano de São Cristóvão Willian “Colorado” ganhou a chance de tentar uma vaga no UFC através do Dana White's Contender Series, mas acabou falhando na balança. De volta aos penas, ele tenta retomar o posto no maior evento de MMA da América Latina. Seu cartel é de 11 vitórias, nove por nocaute, e uma derrota.

O título dos pesos leves também estará em disputa nesta edição. Atual campeão, o alagoano de Palestina John Snake, com 10 vitórias, sendo sete por nocaute, e cinco derrotas, tenta a primeira defesa de cinturão, diante do baiano radicado em Bauru Kaynan "Bahia” Kruschewsky, que venceu 12 das 14 lutas que fez, sete delas por finalização.

Outra divisão que terá o rei tentando defender o posto é a dos galos. Atual dono do cinturão, o amazonense de Aripuanã Júlio "Tyson” Almeida, que possui um histórico de 10 vitórias em 12 lutas, oito delas por nocaute, disputa o título contra o paraense de Eldorado dos Carajás Marcirley “Durin” Alves, com 10 vitórias, oito por nocaute, em 13 lutas.

"Este tem tudo para ser um dos melhores eventos da história do Jungle, e nada melhor que São Paulo, que hoje é a capital nacional do MMA, para ser palco deste card. São Paulo recebeu cinco eventos do Jungle este ano, deu muitas oportunidades e gerou muitos empregos direta e indiretamente. Por isso, somos muito gratos ao vereador George Hato e ao prefeito Ricardo Nunes", destacou Wallid Ismail.

"Vimos vários atletas se destacando no Jungle Fight e isso me deixa muito feliz. Este ano foram cinco eventos, então no próximo ano a gente faz seis, sete eventos, por que não? Esporte é saúde, é segurança pública e tem o poder de inspirar, por isso o nosso apoio", disse o vereador George Hato.

O Jungle Fight 113 será transmitido ao vivo pelo Sportv 2, canal Combate, Jovem Pan Esportes, Pan Flix, TV A Crítica e pelas redes sociais oficiais do evento.

Confira abaixo o card (sujeito a alterações)

Jungle Fight 113
São Paulo, SP
Domingo, 11 de dezembro de 2022

66kg: Willian Colorado (SE) x Bruno "Guerra" Fontes (CE)
70kg: Kaynan “Bahia” Kruschewsky (BA) x John Snake (AL)
61kg: Marciley Durin (PA) x Julio "Tyson" Pereira (AM)
61kg: Caíque Araújo (SP) x Jean Felipe de Souza (MG)
77kg: Marco "Black Diamond" (SP) x Jefferson Costa (SC)
57kg: Kibedy Gordon (ISRAEL) x Marral Kalaga Vito Negreiros (MA)
61kg: Renan Goiás (SP) X Mateus Fidélis (MG)
70kg: Adriano Brandão (SP) x Dom Moyal (ISRAEL)
70kg: Lucas Campos (SP) x Jaimison Cisterna (SP)
66kg: Rodrigo Miag (SP) x André Luis Rodrigues (RO)

Receba o melhor do nosso conteúdo em seu e-mail

Cadastre-se, é grátis!