Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz

Jiu-jitsu afiado e evolução no wrestling: a aposta de Roosevelt Sousa para o ADCC

Redação Publicado em 14/09/2022, às 09h52

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Brasileiro é um dos postulantes ao título na divisão acima de 99kg - Kyu Lee
Brasileiro é um dos postulantes ao título na divisão acima de 99kg - Kyu Lee

Roosevelt Sousa, 29 anos, tem a possibilidade de vencer seu primeiro ADCC na carreira nos próximos dias 17 e 18 de setembro, em Las Vegas, palco da edição 2022. O faixa-preta de Roberto Cyborg vai lutar na divisão acima de 99kg, ao lado de Gordon Ryan, Felipe Preguiça, Vinny Magalhães e outros craques da elite do grappling.

Para conquistar sua vaga no evento principal, Roosevelt enfileirou quatro oponentes por finalização – três por chave de pé e uma chave de panturrilha. Apesar de atuar entre os pesados, o atleta é dono de um jogo perigoso quando está de costas no chão.

De acordo com o BJJ Heroes, principal site de estatística do Jiu-Jitsu, das 66 vitórias na faixa-preta, 45 terminaram em finalização.

“Quando eu comecei a treinar, eu lembro que fiquei fascinado quando eu via alguém finalizando outra pessoa no treino. Eu decidi aprender finalizações para também finalizar nos treinos e campeonatos, isso reflete nos dias atuais. O meu jogo é bem perigoso nas finalizações, mas eu continuo aprendendo sempre. Eu tenho a mente aberta para evoluir, isso é necessário no esporte!”, conta Roosevelt, que vem de vitória no Grand Slam Miami, depois de vencer três lutas, sendo duas por finalização - Ricardo Evangelista via botinha e Herico Hesley por estrangulamento.

Roosevelt também decidiu aprimorar seu wrestling para aumentar suas oportunidades de vitória no evento principal do ADCC. Ele não faltou a uma aula sequer para aprender com Pat Downey no quartel general da Fight Sports Miami.

“A primeira aula com o Pat foi bem marcante e um pouco frustrante (risos), porque eu percebi que eu precisava reaprender wrestling praticamente do zero. Aprendi como andar, como se posicionar e tudo mais. Foi uma das melhores aulas que tive, depois disso desenvolvi bastante meu jogo em pé. O camp foi incrível e todo mundo está preparado, nós treinamos muito bem. É impressionante como todo mundo evoluiu rápido no wrestling, já estamos na reta final e eu não vejo a hora de lutar. Estou me sentindo como nunca, estou no meu melhor físico, estou muito confiante e meu Jiu-Jitsu está bem afiado. Que venha o ADCC!”, projeta Roosevelt.