Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz
Mais Esportes / JIU-JITSU

Brasileiro de Jiu-Jitsu da CBJJE consagra a Alliance

Tradicional equipe conquistou 28 medalhas de ouro, 29 de prata e 33 de bronze

Redação Publicado em 28/06/2023, às 08h10

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Evento reuniu as principais equipes e alguns dos melhores atletas do país - Divulgação
Evento reuniu as principais equipes e alguns dos melhores atletas do país - Divulgação

Realizado no último fim de semana (23, 24 e 25), o Brasileiro de Jiu-Jitsu Esportivo 2023 - juvenil, adulto e master - reuniu as principais equipes e alguns dos melhores atletas do país no Ginásio Mauro Pinheiro, em Ibirapuera-SP, que recebeu um campeonato de alto nível organizado pela CBJJE, com premiação em dinheiro e visibilidade para o Parajiu-Jitsu.

Entre as equipes, a grande campeã geral (Gi & No-Gi) foi a Alliance, somando 28 medalhas de ouro, 29 de prata e 33 de bronze. Em segundo veio a Gracie Barra, com a Lotus Club em terceiro. Fratres JJ e a representação do Mato Grosso completaram o Top 5.

No masculino adulto faixa-preta, destaque para a Fratres JJ, que colocou Luis Fernando Cantareira (campeão) e Pedro Elias no topo do pódio absoluto - a dupla também fechou o pesadíssimo com título de Pedro. Já Lucas Maquiné (campeão) e Leandro Rounaud dominaram o absoluto cruzador, além dos pesos pena e leve, respectivamente.

Sem o quimono, Eli Braz, faixa-preta da Team Crezio, conquistou o ouro duplo ao vencer a divisão dos pesados e o absoluto, enquanto Anderson Silva, representante da Escola Melqui Galvão, faturou o título do absoluto cruzador e a prata no peso-pena.

Vindo de uma série tropeços, Pedro Elias, campeão pesadíssimo e vice no absoluto com quimono, deu a volta por cima no Brasileiro de Jiu-Jitsu Esportivo e celebrou o resultado positivo.

"Foi uma temporada só de derrotas (até agora), não tive altos e baixos, só baixos, mas acho que se a gente tem um sonho, não pode desistir, Sou grato por ter o suporte da Fratres, do Daniel Affini e todos os outros companheiros de equipe. Para mim foi uma honra vencer o peso e fechar o absoluto com o Cantareira, um cara que eu admiro muito e vem se destacando nos principais campeonatos", afirmou Pedro.

"Sei das minhas qualidades, que posso chegar lá e vou chegar. Quero mostrar o meu Jiu-Jitsu e conquistas mais vitórias", completou o paulista, que não vencia um campeonato desde o ano passado.

Entre as mulheres, Samir Lima Galvão (Escola Melqui Galvão) e Maria Luiza Nunes (Almeida Jiu-Jitsu) anotaram o ouro duplo no adulto faixa-preta com quimono, vencendo suas divisões de peso, além dos absolutos pesado e cruzador, respectivamente. Já na faixa-marrom, o brilho foi da jovem Letícia Teixeira, da GFTeam, também campeã ouro duplo - em sua estreia na CBJJE.

"Foi a minha primeira vez competindo pela CBJJE, evento com uma estrutura irada, que dá premiação em dinheiro, então eu gostei muito e espero voltar mais vezes", projetou Letícia após o Brasileiro de Jiu-Jitsu Esportivo.

Outro destaque do campeonato foram as disputas de Parajiu-Jitsu, em uma celebração da diversidade e da superação dos atletas, que deram um show. Passado o evento do juvenil, adulto e master, no próximo fim de semana (1 e 2) acontece o Brasileiro de Jiu-Jitsu Esportivo Kids, novamente no Ginásio Mauro Pinheiro, em São Paulo.