Sportbuzz
Busca
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify SportbuzzTiktok Sportbuzz

Após grande estreia no UFC, brasileiro afirma: “vão ver coisas maiores”

No decorrer da luta, um dos momentos mais notáveis foi quando o brasileiro executou uma "tesoura voadora"

Diogo Figueiredo, sob supervisão de Gabriella Vivere Publicado em 08/05/2024, às 19h00

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Maurício Ruffy - Divulgação UFC
Maurício Ruffy - Divulgação UFC

Maurício Ruffy fez sua estreia no Ultimate Fighting Championship no último sábado (4), no card do UFC Rio, com uma performance notável que incluiu um nocaute impressionante e o prêmio de "Performance da Noite" após derrotar o australiano Jamie Mullarkey por nocaute técnico no primeiro round. Durante o confronto, um dos momentos mais destacados foi a execução de uma "tesoura voadora" pelo brasileiro. No entanto, Ruffy admitiu que o golpe não saiu conforme o planejado.

Na coletiva de imprensa pós-luta, Ruffy comentou sobre a "tesoura" e expressou seu desejo de usar o movimento em futuros confrontos. Ele também revelou que se sentiu inspirado divinamente para executar o golpe. "Não saiu como eu planejei, mas gostei. Eu realmente queria finalizar com aquela tesoura voadora. Apliquei o golpe, mas não consegui atingir o calcanhar dele, pois ele estava muito próximo à grade. Mas estou confiante de que terei mais oportunidades", disse o lutador, acrescentando: "Foi Deus, verdadeiramente. Eu sei que pode parecer estranho para alguns, mas Deus tem me abençoado e me mostrado coisas que eu não conseguiria ver por conta própria. Entreguei minha vida a Ele, e Ele tem me guiado. Acreditem, vocês verão coisas muito maiores do que esta".

Com 27 anos de idade e um cartel de 10 vitórias, todas por nocaute, e apenas uma derrota como profissional, Maurício Ruffy entrou para o UFC através do reality show "Dana White's Contender Series" no ano passado, quando nocauteou Raimond Magomedaliev no terceiro round. Sua vitória no UFC Rio marca sua quinta vitória consecutiva na carreira.