Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Tênis / VAI PARAR?

Roger Federer abre o coração e fala sobre aposentadoria

Aos 41 anos de idade, Roger Federer, um dos maiores tenistas de todos os tempos, está próximo de se aposentar e deixar as quadras onde fez tanta história

Redação Publicado em 12/07/2022, às 11h35

Roger Federer caminha para o fim de sua carreira - Crédito: Getty Images
Roger Federer caminha para o fim de sua carreira - Crédito: Getty Images

Roger Federer pode estar na reta final de sua vitoriosa carreira. Sendo um dos maiores vencedores de Grand Slams da histórias do Tênis, o suíço segue a passos largos para o fim de uma jornada que ficou marcada no esporte. Em entrevista concedida ao jornal Algemeen Dagblad, da Holanda, o atleta deixou claro que entende que sua aposentadoria está próxima.

"O tênis faz parte da minha vida, mas não é toda a minha identidade. Quero ser e seguir tendo sucesso, colocar toda minha energia nos negócios, ainda que em algumas ocasiões doa muito mais do que deveria, mas isso também posso realizar fora do esporte. Sei que uma carreira como tenista profissional não pode durar para sempre e tudo bem, eu aceito", disse.

CANAL - SPORTBUZZ

Federer revelou que, apesar de gostar de vencer, o fato de não ser mais competitivo leva ele a ter a aposentadoria como única solução. Sem disputar Wimbledon 2021, o tenista segue na luta para voltar à competição em 2023 mesmo tendo declarado que não precisa mais do tênis e que se contenta com as pequenas felicidades da vida.

"Adoro vencer, mas, se você não é mais competitivo, é melhor parar. Não acho que preciso do tênis, estou feliz com as pequenas coisas, como quando meu filho faz algo bem ou quando minha filha tira uma nota boa na escola", revelou Federer antes de revelar que foi a primeira vez que viu Wimbledon pela TV desde 1998 e demonstrar se sentir estranho sobre isso.

Roger Federer fala sobre aposentadoria
Roger Federer anunciou que está próximo de sua aposentadoria - Crédito: Getty Images

"Isso (ficar fora das quadras) me deu a oportunidade de selecionar minhas viagens e dar algo de volta às pessoas. Agora sou eu que posso ir visitá-los. As viagens de tênis, às vezes, são excessivas, especialmente se você tiver que organizá-las com crianças. É bom descansar agora de tudo isso, também para eles, embora sintam falta de viajar", finalizou


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!