Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Tênis / O QUE HOUVE?

Nadal é visto de muleta após revelar que jogou com o pé sedado

Nadal convive com uma doença crônica no pé esquerdo, a síndrome de Muller-Weiss, e teve que sedar seu pé para competir e conquistar o título em Roland Garros

Redação Publicado em 08/06/2022, às 10h30

Nadal, tenista - GettyImages
Nadal, tenista - GettyImages

Nadal assustou seus seguidores nesta quarta-feira, 8, ao ser flagrado saindo de um carro usando muletas. Porém, não há com o que se preocupar no momento, já que logo depois de levar pela 14ª vez o torneio de Roland Garros, o tenista deu início ao tratamento da doença crônica no pé esquerdo que tem que conviver, a síndrome de Muller-Weiss.

No vídeo, o espanhol aparece de muletas e parou para conversar com seus fãs depois de passar por um consultório médico em Barcelona na última terça-feira, 7. Nadal sofre com a síndrome desde 2005, uma espécie de doença que gera uma deformação no osso do pé, mas as dores parecem ter aumentado nos últimos anos, fazendo com que tivesse que tomar outras medidas.

Canal - SportBuzz

Uma delas, inclusive, foi revelada pelo próprio tenista depois da conquista em Roland Garros, quando ele contou que precisou ficar com o pé anestesiado para disputar a final contra Casper Ruud. Na entrevista depois do duelo, ele ainda disse que abriria mão do título em Paris caso pudesse "ter um pé novo" para continuar competindo sem sofrer.

Dois dias depois do título, Nadal começou o tratamento da doença com o cirurgião ortopedista Ángel Ruiz-Cotorro, que ao longo da carreira do tenista sempre esteve ao seu lado. De acordo com o site "GE", o tratamento do espanhol consiste em injeções de radiofrequência que são aplicadas nos nervos do pé.

Nadal chega de tratamento com muleta
Nadal chega de tratamento com muleta (Crédito: Reprodução/Twitter)

Mesmo com as dores, Nadal levou seu 22º título em Grand Slams e se firmou como o maior vencedor nos quatro grandes torneios do ano. Apesar disso, sua doença deixa seu futuro incerto, já que ele mesmo afirmou que não vai participar do torneio de Wimbledon, que acontece no final do mês de junho, para justamente focar no tratamento e se poupar para o resto da temporada.

É o fim?

Nadal abriu o jogo sobre sua continuidade no tênis por conta das fortes dores que sofre há anos no pé esquerdo. Neste domingo, 5, o espanhol conquistou o seu 14º título de Roland Garros, e durante a entrevista coletiva colocou em dúvida o restante da carreira, principalmente pela forma como conduziu a disputa em Paris.

"Consegui competir nesta quinzena porque meu médico me deu injeções para anestesiar meu pé, mas é um risco. Nas condições atuais, não posso e não quero continuar jogando até que uma solução seja encontrada. O que tenho no pé não piorou, mas quando se joga com uma parte do corpo podem surgir outros problemas físicos e esse é um risco que não quero correr", disse.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!