Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Surfe / WSL

WSL: brasileiros passam direto ao round 3, mas seis perdem as baterias

WSL em Saquarema contou com o triunfo de dois brasileiros em suas baterias, enquanto os outros seis perderam no round 1 e terão que disputar a fase eliminatória

Redação Publicado em 23/06/2022, às 16h47

Disputa da WSL em Saquarema - Transmissão/WSL
Disputa da WSL em Saquarema - Transmissão/WSL

A WSL contou com o triunfo de apenas dois brasileiros na bateria desta quinta-feira, 23. O tricampeão do Rio Pro e atual líder do ranking Filipe Toledo venceu em sua estreia e passou direto para o round 3. Agora, ele terá a companhia de Ítalo Ferreira, Michael Rodrigues, Yago Dora e Miguel Pupo na terceira fase.

Apesar de ter dado alegria aos brasileiros, Gabriel Medina e mais cinco do nosso país acabaram perdendo logo no primeiro round, e por conta disso terão que disputar a repescagem nesta oitava etapa do Circuito Mundial de Surfe. Dessa forma, a próxima chamada da WSL em Saquarema será na manhã desta sexta, às 7h (horário de Brasília).

Canal - SportBuzz

Vale lembrar que em busca do seu quarto título, Filipinho é o único brasileiro em atividade que já ganhou uma etapa do Mundial no Rio além de ter sido o maior vencedor nas águas do Rio de Janeiro. Buscando seu primeiro título mundial, ele lembra que já bateu na trave por algumas vezes, inclusive tendo perdido a grande final para Gabriel Medina em 2021.

As baterias

Filipinho conseguiu emplacar um aéreo rodando logo no começo da bateria, ganhando uma nota 8.17, colocando pressão nos adversários. Depois dele, a bateria permaneceu devagar até os últimos 10 minutos, quando Toledo conseguiu um 5.60 como nota de troca, e deixou Miguel Tudela e Nat Young precisando de sete pontos para virar no final da disputa.

WSL tem triunfos e estreias ruins para brasileiros
WSL tem triunfos e estreias ruins para brasileiros (Crédito: Transmissão/WSL)

Gabriel Medina ficou na primeira posição até os últimos 10 minutos da bateria, quando Connor O'Leary conseguiu virar no final e avançou às oitavas. Com somatórios baixos, o brasileiro acabou ficando com 6.40 (4.40 + 2.00), enquanto o vencedor conseguiu terminar com duas notas médias, somando um todas de 10.56.

Quando faltada apenas um minuto para o fim da bateria, Medina estava precisando de uma nota 6.17 e conseguiu depois de uma boa esquerda. Para somar ainda mais, o tricampeão mundial também tentou dar um aéreo, mas acabou caindo na manobra. Agora, ele vai surfar contra Callum Robson na repescagem.

Já Ítalo Ferreira começou pegando várias ondas e conseguindo um 7.50, a maior nota entre os homens logo no começo, fazendo com que os outros atletas precisassem de ondas acima dos sete pontos. João Chianca não conseguiu encontrar uma boa combinação de manobras, e junto com o sul-africano ainda vão ter uma chance de disputar no round eliminatório.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!