Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Outros Esportes / COVID 19

Visto de Djokovic é negado na Austrália e presidente da Sérvia critica

O tenista número 1 do mundo, Novak Djokovic, teve seu visto cancelado pela Austrália por não estar vacinado contra o Covid-19, o que gerou críticas do presidente da Sérvia

Redação Publicado em 06/01/2022, às 08h03

Djokovic tem seu visto cancelado na Austrália - Getty Images
Djokovic tem seu visto cancelado na Austrália - Getty Images

Nessa semana, o tenista número 1 do mundo, Novak Djokovic, teve seu visto cancelado na Austrália pelo fato de não estar vacinado, requisito crucial para a entrada no país, e a atitude dos australianos gerou críticas por parte do presidente da Sérvia, Aleksandar Vucic, confira a fala da autoridade sérvia.

"Toda a Sérvia está com ele e nossas autoridades estão estudando todas as medidas para que esse constrangimento ao melhor tenista do mundo acabe o quanto antes", disse Vucic em suas redes sociais. "Segundo a leis internacionais, a Sérvia lutará por Novak Djokovic, pela justiça e a verdade", prosseguiu Vucic.

-- Fábio não se acerta com Cruzeiro e anuncia saída: "Não fui ouvido"

-- Meia brasileiro é prioridade do PSG para 2022/23, diz jornal

Sérvios defendem Novak Djokovic - Créditos/ Getty Images

Logo após a fala do presidente, as autoridades australianas cancelaram o visto de Djokovic e o expulsaram do país, decisão que foi tomada horas depois da detenção do tenista no aeroporto de Melbourne. Isso porque, de acordo com a imprensa, Novak não preencheu corretamente o formulário do tipo de visto.

A situação polêmica tomou forma nas últimas 24 horas, após o tenista declarar que não iria se vacinar contra a Covid-19 (obrigatório para a entrada na Austrália). O tenista ainda disse que estava realizando a viagem devido a uma "excessão médica", considerada um ato de privilégio à figura pública.

Cartazes a favor de Novak Djokovic - Créditos/ Getty Images

Primeiro cartaz: "Victoria, o lugar para estar, mas só se estiver vacinado"

Segundo cartaz: "Libere Novax" (fazendo alusão ao nome de "Novak" com a expressão em inglês de "No Vaccine" ou "Sem vacina".

Agora, caso Djokovic seja de fato expulso, perderia a chance de ultrapassar os títulos em Melbourne, que atualmente está igualado com Federer (16º) e Rafael Nadal (6º), com os três somando 20 títulos na competição. A Copa ATP, em Sidney, está programada para os dias 1 a 9 de janeiro. 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!