Sportbuzz
Outros Esportes / FÓRMULA 1!

Verstappen reclama de tratamento injusto após sofrer punições na F1

Verstappen defendeu a atitude que tomou no GP da Arábia Saudita de F1, quando foi punido por ter ganho vantagem fora da pista, e por ter freado de forma perigosa

Redação Publicado em 09/12/2021, às 11h52

Verstappen, piloto de F1 - GettyImages
Verstappen, piloto de F1 - GettyImages

No último domingo, 5, Max Verstappen foi punido no GP da Arábia Saudita com 5 segundo por ultrapassar Lewis Hamilton fora da pista, e com mais 10 segundos por frear de modo errático e fazer com que o rival batesse nele. Apesar disso, o piloto não acha que a decisão da F1 foi justa, e na última coletiva da temporada, nesta quinta-feira, 9, soltou o verbo contra a decisão.

"As coisas não se aplicam a todos aqui. O que eu fiz pra me defender, dois outros caras também fizeram, mas não receberam punição. Então, eu não entendo, pensei que estivesse só correndo de forma dura. O que eu fiz não mereceu nenhuma penalidade; as outras pessoas que fizeram o mesmo não receberam nada, mas claro que só eu que sou punido", disse o piloto.

Canal - SportBuzz

Na prova em questão, Verstappen terminou em segundo lugar, sendo que chegou a assumir a liderança da corrida quando foi beneficiado por uma bandeira vermelha que permitiu que ele trocasse os pneus sem que perdesse a posição que herdou no pit stop de Hamilton. No entanto, ele acabou se envolveu em uma série de lances polêmicos, que renderam algumas punições ao longo da prova.

Vale lembrar que antes de ser ultrapassado nas últimas voltas por Hamilton, Verstappen passou o piloto da Mercedes por fora da pista na primeira relargada, e por conta disso teve que partir do terceiro lugar no segundo reinício da prova da F1. Depois de sair da pista de novo, ele freou de forma considerada errática pelos comissários, fazendo Hamilton bater em sua traseira.

Lewis Hamilton e Verstappen no momento da punição do holandês na F1 (Crédito: GettyImages)

 

"Outras pessoas fazem exatamente a mesma coisa e não ganham nada, porque nós dois estávamos fora do caminho, fora da linha branca na Curva 1, mas de alguma forma eles julgaram que era minha culpa, o que eu não concordo", explicou o piloto.

O holandês já estava incomodado desde a bandeirada em Leddah. Depois da corrida, ele declarou que o resultado da prova foi "inacreditável", e reclamou do excesso de punições que está vendo na Fórmula 1 atualmente.

"Para ser honesto, a única coisa que peço é que seja justo para todos, e claramente não é o caso no momento. Como eu disse, não acho que errei. Não é errado para os outros, então por que eu deveria mudar quando outros podem correr assim? Todos deveriam ter condição pra correr assim. No final do dia, sempre haverão críticas. Mas é injusto que eu seja tratado de forma diferente dos outros pilotos. Claramente, outros pilotos podem se safar e eu não", apontou.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!