Sportbuzz
Outros Esportes / FÓRMULA 1

Toto Wolff fala em duas piores semanas como chefe da Mercedes: “As mais difíceis”

Chefe da equipe admitiu irritação com desempenho nas duas últimas etapas da Fórmula 1

Redação Publicado em 08/06/2021, às 10h38

Toto Wolff fala em “duas piores semanas” como chefe da Mercedes - GettyImages
Toto Wolff fala em “duas piores semanas” como chefe da Mercedes - GettyImages

A Mercedes não teve o resultado esperado no GP do Azerbaijão no último fim de semana. A etapa que poderia marcar o retorno de Lewis Hamilton para a liderança da classificação da Fórmula 1, contou com uma falha do piloto britânico.

Em vídeo compartilhado nas redes sociais, Toto Wolff, o chefe da equipe, apareceu irritado com o erro do heptacampeão, mas garantiu que a Mercedes voltará melhor. Em entrevista ao site oficial da Fórmula 1, ele avaliou o desempenho da equipe na sexta etapa do mundial de 2021.

“Estou muito irritado. Mas não tenha dúvidas, esse time é tão forte que transformaremos a raiva em uma força positiva. Somos guerreiros e voltaremos (mais fortes)”, disse.

Além do GP do Azerbaijão, a Mercedes não conquistou o pódio na etapa anterior, no GP de Mônaco. A equipe somou apenas sete pontos nas duas últimas provas, com o sétimo lugar e o ponto extra de volta mais rápida de Hamilton em Monte Carlo. Para Wolff, foram as duas semanas mais difíceis no comando da Mercedes.

“Aqui e em Mônaco não tivemos um carro competitivo. Ponto. Em Baku tivemos um carro que não foi bom em praticamente todas as sessões. Para ser honesto, enquanto estávamos em terceiro tudo estava ok, mas é inaceitável não conseguir fazer os pneus funcionarem logo após a largada e após os pit stops. Perdemos muito tempo fazendo o carro entrar numa janela em que ele funcione bem”, avaliou.

“Sim, foram as mais difíceis. Precisamos elevar nosso nível para lutar pelo campeonato. E nossos carros não estavam nesse nível durante o fim de semana. Do ponto de vista operacional, precisamos de uma performance sem falhas, o que não aconteceu nas últimas duas semanas. É simplesmente doloroso. Você pode dizer que tínhamos a mão na taça depois que o Max abandonou, mas sei lá... a frustração é tão grande nesse momento”, completou.

Pérez campeão em Baku

Sergio Pérez, da RBR, venceu o GP do Azerbaijão. Ele fez uma boa prova e assumiu a liderança na volta 47, quando seu companheiro de equipe Max Verstappen, que liderava a corrida, teve problema com o pneu traseiro esquerdo e bateu sozinho.

A prova teve a relargada e Pérez tinha Lewis Hamilton logo atrás. O heptacampeão largou bem, mas acabou passando reto na primeira curva na tentativa de ultrapassagem. O piloto da Mercedes fechou a etapa na penúltima posição entre os que completaram a prova.

O pódio era a chance de Hamilton reassumir a liderança da classificação do campeonato com a saída de Verstappen, mas a falha do britânico não alterou a ponta da tabela. O holandês seguiu líder com 105 pontos contra os 101 de Lewis. Com a vitória, Pérez assumiu a terceira posição, agora com 69 pontos.

No campeonato de construtores, a RBR abriu vantagem e agora soma 174 pontos. A Mercedes, que não teve nenhum piloto na zona de classificação, tem 148.

A próxima etapa da temporada 2021 da Fórmula 1 será disputada no dia 20 de junho, no GP da França. 


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!