Sportbuzz
Outros Esportes / SURFE

Surfe: Deivid Silva perde por dois centésimos na final da etapa do México

Brasileiro perde decisão ao levar virada no fim do australiano Jack Robinson, e fica em segundo na Barra de la Cruz

Redação Publicado em 13/08/2021, às 13h53 - Atualizado às 13h55

Surfe: Deivid Silva leva virada no fim na final da etapa do México - GettyImages
Surfe: Deivid Silva leva virada no fim na final da etapa do México - GettyImages

Deivid Silva disputou nesta sexta-feira, 13, a final masculina na etapa do México do Circuito Mundial de Surfe. Na Barra de la Cruz, o brasileiro disputou o título mexicano com Jack Robinson e foi derrotado por 0.02. A bateria encerrou 15.16 a 15.14 para o australiano.

Com o resultado em sua primeira final na elite do surfe, Deivid conseguiu a classificação para o circuito em 2022, sem precisar disputar o QS.

Na primeira onda, Robinson mandou um aéreo e recebeu 6.83 de cara. Deivid respondeu à altura e, na primeira onda, faltando 28 minutos de bateria, cravou 7.27. No somatório, o brasileiro ficou atrás por 7.70 a 7.27.

O australiano abriu vantagem na liderança com um belo tubo, aumentando o somatório para 12.00. A 15 minutos para o fim, Deivid fez uma ótima onda e assumiu a liderança, com 14.20.

Faltando oito minutos para o fim, os dois surfistas fizeram ótimas ondas e o australiano assumiu a liderança. Robinson chegou a 15.16 contra 15.14 do brasileiro.

Na WSL Finals, em Trestles, na Califórnia, o Brasil terá Gabriel Medina, Ítalo Ferreira e Filipe Toledo como representante entre os homens, contra Conner Coffin (EUA) e Morgan Cibilic (AUS) nos confrontos. Entre as mulheres, Tatiana Weston-Webb enfrentará Carissa Moore (HAV), Stephanie Gilmore (AUS), Sally Fitzgibbons (AUS) e Johanne Defay (FRA).

Deivid vence Gabriel Medina 

Na noite desta quinta-feira, 12, Gabriel Medina abriu a disputa das quartas de final da etapa de Barra de la Cruz do Circuito Mundial de Surfe, contra o compatriota Deivid Silva. Medina é bicampeão mundial de surfe e atualmente está na liderança do Ranking Mundial. Já Deivid, no início da prova, ocupava a 27ª posição.

Deivid conseguiu escolher ondas melhores do que Medina durante a bateria, mas ainda assim o líder do Ranking Mundial conseguiu se manter na liderança durante os primeiros minutos, apesar do equilíbrio na pontuação entre os dois.

Nos 10 minutos finais, Deivid Silva manteve sua estratégia de ir atrás das maiores ondas e conseguiu aumentar sua pontuação, construindo boa vantagem sobre Gabriel Medina, que com cinco minutos restando na prova, precisava de uma nota 8.67 para superar o adversário.

Na semifinal, ele passou pelo italiano Leonardo Fioravanti, por 13.23 a 10.90.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!