Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz

Namorada de Rafaela Silva sai em defesa da amada após doping: "Eu acredito na sua inocência"

Eleudis Valentim compartilhou em seu Instagram um texto em defesa da judoca

SportBuzz Digital Publicado em 24/09/2019, às 08h28

Rafaela Silva
Rafaela Silva - Reprodução /Instagram

A judoca Rafaela Silva foi recente pega pelo exame antidoping, pelo uso de substâncias broncodilatadoras. Com isso, a atleta corre o risco de não ir às Olímpiadas de 2020, em Tóquio.

Porém, em meio a diversas críticas, quem saiu em defesa da atleta foi a também judoca e namorada de Rafa, Eleudis Valentim. Através das redes sociais, ela desabafou e afirmou que a amada é inocente.

“Ela é limpa! Eu acredito na sua inocência. Quem te conhece sabe o quanto você já venceu na vida e não tem o porque faz nada de errado e injusto. Você é uma das pessoas mais justas que conheço sobre tudo na vida. Infelizmente, isso aconteceu, mas juntas vamos tirar de letra e dar a volta por cima. O que importa é que está com a verdade”, escreveu ela na legenda de uma foto do casal. 

Nesta segunda-feira, 23, Rafaela lutou pela primeira vez após o escândalo, no Grand Pix Nacional de Judô, defendendo o Instituto Reação, em Brasília.

Ela lutou duas categorias acima de seu peso e perdeu a final para Ellen Santana, quando disputava nos 60 kg. Rafaela foi premiada com medalha de prata.

Em recente entrevista ao Globo Esporte, a campeã olímpica alegou sua inocência.

Segunda a atleta, a contaminação foi devido a um contato com uma bebê de 6 meses, Lara, filha de Flávia Rodrigues, outra judoca da instituição.

A criança faz um uso de medicação contra asma e isso, para Rafaela, pode ter sido o motivo de o teste ter dado positivo para Fenoterol, substância que tem efeito broncodilatador.

‘’Muita gente acha que é mentira, mas depois que for provada minha inocência e que colocarem as imagens nas redes sociais e nas matérias o pessoal vai entender e vai parar de criticar um pouco. Nem eu ia imaginar que pegar uma bebê de 6 meses no colo isso ia me dopar e colocar uma substância dentro do meu corpo e eu ia estar passando por esse momento agora’’, disse ela. 

Rafaela ainda concluiu, contando uma conversa que teve com sua treinadora, Nell Salgado:

“Falei para minha coach hoje: "As mesmas pessoas que me criticaram em Londres 2012 foram as mesmas que me aplaudiram no Rio em 2016". Então tem muita gente que vai me criticar hoje, que vai jogar pedra, porque acha que o telhado dele não é de vidro, mas depois que virem que eu provei minha inocência, que eu for liberada para participar da Olimpíada de Tóquio 2020 conseguindo uma medalha, possivelmente essas pessoas irão me aplaudir também. Então estou focada na minha audiência, esperando resultado, treinando e competindo”.

O advogado que assumirá a defesa da atleta é Bichara Neto, o mesmo que cuidou do caso de Gabriel Santos, que também foi flagrado no doping e atualmente cumpre punição de 1 ano.

Reprodução /Instagram

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!