Sportbuzz
Outros Esportes / TÊNIS

Murray critica comportamento de Tsitsipas, que rebate: “Segui as regras”

Britânico dispara contra paradas durante partida na estreia do US Open: “Perdi o respeito”

Redação Publicado em 31/08/2021, às 13h52

Murray critica comportamento por Tsitsipas, que rebate: “Segui as regras” - GettyImages
Murray critica comportamento por Tsitsipas, que rebate: “Segui as regras” - GettyImages

Após a derrota para Stefanos Tsitsipas, em 4h48min de jogo, na abertura do US Open, o tenista Andy Murray criticou o comportamento do adversário grego durante o duelo. Em entrevista coletiva, o britânico questionou as duas paradas do rival para ir ao banheiro.

Murray disparou contra as duas idas do número 3 do ranking ao banheiro, e apontou uma demora para a volta à quadra. O britânico disse que as pausas de Tsitsipas foram em momentos desfavoráveis ao grego na partida.

“A questão não é sair de quadra, mas o tempo que se demora. Eu estava preparado para isso caso as coisas não estivessem dando certo para ele, mas você não pode impedir que isso impacte fisicamente. Num jogo tão brutal, ficar parado sete ou oito minutos esfria muito. É decepcionante porque acho que influenciou o resultado da partida. Não estou dizendo que eu ia ganhar essa partida, mas teve influência”, disse Murray, que reforçou seu posicionamento no Twitter.

Além das duas paralisações, Tsitsipas recebeu atendimento médico ao fim do terceiro set, que foi vencido por Murray. O britânico destacou que “perdeu o respeito” pelo grego.

“Houve pausas bem na hora que eu ia sacar. O pedido médico veio logo que ganhei o terceiro set. Não pode ser coincidência que sempre aconteça nessas horas. E não acho que ele estivesse com algum problema, já que depois foram mais duas horas de jogo, e ele estava ótimo. Eu o considero um tenista muito bom, é um jogador brilhante e isso é muito bom para o tênis, mas não tenho paciência para essas coisas. Perdi o respeito por ele”, completou.

Também em entrevista coletiva, Tsitsipas rebateu as declarações de Murray e destacou que nenhuma regra foi quebrada.

“Se ele tem algum problema acho que deve me dizer para conversarmos apenas os dois e entender a situação. Eu não fiz nada de errado, não quebrei nenhuma regra. Não sei como ele se sente, normalmente não é uma das minhas prioridades entender como meus adversários se sentem quando me enfrentam. Mas, até onde sei, segui as regras. Não tenho nada contra o Andy Murray”, disse o grego.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!