Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Outros Esportes » DESABAFO!

Mulher que acusa ex-campeão de LoL de assédio se pronuncia e não contém o choro

Jovem entrou no assunto ao lado de seu namorado, Rafael Rakin e surpreendeu a todos

Pedro Ungheria Publicado em 17/10/2019, às 15h09

Jovem possível vítima de assédio desabafa nas redes sociais
Jovem possível vítima de assédio desabafa nas redes sociais - Transmissão Twitter

Mais um capítulo da polêmica envolvendo o ex-campeão brasileiro de LoL, Alanderson Meireles, conhecido como ‘4LaN’, veio à tona nesta quinta-feira, 17. Uma das meninas que acusa o jovem de assédio usou de seu perfil oficial nas redes sociais para explicar o que realmente teria acontecido.

Afirmando as teses já levantadas por Giuliana Caju, namorada de Felipe ‘brTT’, donos da festa onde tudo aconteceu, Giovana Tezoni contou detalhes do que realmente teria se passado naquele dia .

“Eu fui a vítima do assédio. Não é justo eu ficar quieta e uma pessoa fazer isso com o meu próprio corpo sem o meu consentimento. A gente estava na casa do (br)TT e da Caju, era uma festa depois da BGS. Eu estava com uma amiga, a gente estava entre a piscina e a sala, em um semi corredor. Estávamos olhando um pessoal jogar cartas sentados no chão. Estávamos nos divertindo, dando risada e assistindo ao jogo. Do nada, sinto alguém pegar na minha bunda e apertar. No mesmo momento, olhei para a minha amiga que estava do meu lado, e ela estava com a mesma cara de assustada que eu. Viramos para o lado e vimos quem foi, a pessoa estava olhando pra gente”, disse ela.

Aos prantos, a jovem, que fez o vídeo ao lado de seu namorado, Rafael Rakin, que também não conteve a emoção durante a gravação, contou que irá até o fim com a busca pela justiça. Em tons reflexivos, ela ainda deixou um recado para que as mulheres não aceitassem este tipo de situação.

“Eu estava com medo de me expôr, mas agora não tem mais jeito. Está sobrando para quem não tem nada a ver com a história. Eu queria, de coração, que vocês entendessem que não é culpa de nenhuma das vítimas. Não é justo alguém colocar a mão no seu corpo sem que você permita. Fizemos o boletim de ocorrência e vamos até o fim. Mais uma vez, não é justo alguém chegar do seu lado, colocar a mão no seu corpo e sair impune”, pontuou ela.

O ACONTECIDO!

A vida de Alanderson ‘4Lan’ está passando por um momento extremamente conturbado. O jovem, que ficou conhecido por ser ex-Campeão Brasileiro de League of Legends viu seu nome fortemente nos holofotes das mídias desde a última segunda-feira, 14, quando foi acusado de assédio pela esposa de ‘brTT’, outro jogador conhecido do eSports.

VERSÃO GIULIANA

Giuliana Caju, noiva do jogador, afirmou para o SporTV as acusações envolvendo ‘4Lan’, dizendo que o rapaz foi expulso de uma festa na casa do casal, justamente pelo fato de que teve seu nome envolvido na polêmica com duas mulheres, convidadas da esposa de Felipe ‘brTT'.

“Minhas duas melhores amigas vieram me falar que ele tinha passado a mão nelas. Elas não têm absolutamente nada contra o 4LaN, estavam sóbrias e bem magoadas com a situação. Fui no mesmo minuto procurar o 4LaN para resolver isso e já estava o Rakin falando com ele. (O Rakin) já estava sabendo da situação, bem bravo. Meu noivo apareceu, o Rakin contou o que aconteceu, e o brTT já expulsou 4LaN de casa no mesmo momento”, disse ela.

VERSÃO 4LAN

Por meio de seu canal oficial no Youtube, Alanderson fez um vídeo onde se pronunciou pelo ocorrido. Além de negar veemente o caso de assédio contra as mulheres, o jovem desabafou sobre diversas ameaças que ele e sua família estão recebendo nos últimos dias.

“Minha vida está acabando, guys. Minha casinha que eu ralei tanto para ter, eu perdi. Não tem como ficar. Eu fui demitido. Estão me ameaçando de morte, ameaçando a minha família. Falando que vão pegar minha irmã na faculdade. O que é isso, gente? Não tem prova, não tem B.O. (boletim de ocorrência), tem nada!”, disse ele.

Conforme foi apurado pelo SporTV, até então nenhum registro de ocorrência contra Alanderson foi feito. Mesmo assim, ele foi demitido do Team One, equipe a qual defendia desde 2017 e pode receber uma punição da desenvolvedora e gerente de LoL, a Riot Games.

No vídeo publicado nesta quarta-feira, 16, o garoto ainda pede que a justiça seja feita, seja por meio de câmeras ou até mesmo um maior aprofundamento no caso, que vise provar o que realmente aconteceu no evento. Com isso, Caju, negou que existam câmeras pela casa e afirmou que já havia comunicado ‘4Lan’ sobre isso.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!