Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz

Morre aos 31 anos iraniano que entrou para a história das Paraolimpíadas

Atleta detentor do recorde mundial teria sido vítima de um ataque cardíaco

Pedro Ungheria Publicado em 02/03/2020, às 08h00

Iraniano entrou para a história do esporte mundial!
Iraniano entrou para a história do esporte mundial! - Transmissão SporTV

Na manhã do último domingo, 1º, o mundo dos esportes recebeu uma notícia não tão fácil de se digerir. O grande nome do halterofilismo, Siamand Rahman, morreu após um ataque cardíaco em um hospital na cidade de Oshnaviyeh.

O iraniano, detentor do recorde mundial da modalidade e bicampeão paraolímpico, nos jogos sediados no Rio de Janeiro, em 2016, era um dos nomes mais respeitados da categoria, justamente por ter conquistado o lugar mais alto do pódio duas vezes ao elevar a dificuldade de o alcançar.

Ao todo, ele aumentou a marca principal para os adversários em 305 quilos e logo em seguida, deixou o páreo ainda mais difícil, quando conseguiu a alcunha de levantar 310 quilos durante a competição.

Para se ter uma ideia, os 310 quilos levantados por Rahman, durante os Jogos Rio 2016, foram 141 quilos a mais do que seu próprio peso corporal, que na época era de 169 quilos.

Por meio das redes sociais, o Comitê Paralímpico Internacional lamentou a grande perda e deixou claro o quanto o mundo dos esportes perdeu com a partida do iraniano. Considerado uma grande inspiração para todos os atletas, Rahman tinha a ambição de elevar ainda mais o feito que detinha, conseguindo levantar 500 quilos em uma disputa.

“Siamand foi pioneiro em seu esporte, uma inspiração para muitos em seu país natal, o Irã, e em todo o mundo, e um embaixador fantástico para o Movimento Paraolímpico”, escreveu, em nota, o presidente do IPC, Andrew Parsons.

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!