Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Outros Esportes » ALIVIADO!

Medalhas roubadas da casa de Arthur Nory são encontradas em lixeira junto com carta de desculpas dos ladrões

Atleta havia pedido que devolvessem suas conquistas, que não tem valor financeiro, apenas sentimental

Redação Publicado em 10/02/2021, às 07h49

Arthur Nory posa com as medalhas recuperadas após roubo
Arthur Nory posa com as medalhas recuperadas após roubo - Reprodução/Instagram

Ufa!

Nesta terça-feira, 10, a Polícia Militar de São Paulo localizou em uma lixeira em frente a uma casa em Osasco, na região metropolitana de SP, as medalhas roubadas há 4 dias da casa do medalhista olímpico Arthur Nory.

O assalto aconteceu na última sexta-feira, 5 no bairro da Lapa, Zona Oeste da capital paulista, quando dois homens entraram na residência do atleta e amarraram duas pessoas.

Na ação, foram levadas da casa 15 medalhas e itens sem valor financeiro do atleta.

De acordo com a PM, as medalhas foram localizadas depois de uma denúncia anônima no Jardim Adalgisa, em Osasco, na noite desta terça e foram levadas para a sede de uma companhia da PM na cidade.

Logo depois de saber da boa notícia, o ginasta foi pessoalmente retirar suas conquistas e foi fotografado ao lado do policial que encontrou os pertences dele.

"MUITO MUITO OBRIGADO! Pela corrente, por compartilharem o roubo. Recuperadas TODAS as medalhas. Estou me tremendo todo e vcs nao imaginam a emoçáo que é! Muito obrigado policia miliar, policia civil, Marcelo, Dilson, Soldado Luz, Soldado Marie, soldado Merten, veiculos de comunicação, tv, amigos, familia. todos que estavam se mobilizando. Recuperadas em Osasco
Gratidão a todos", escreveu o ginasta em sua conta no Instagram.
 
 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Arthur Nory (@arthurnory)

 

 
Além das medalhas, também foi encontrada na mesma lixeira uma carta escrita de próprio punho supostamente por um dos criminosos que participaram da ação. No texto, segundo a PM, os ladrões disseram que estavam arrependidos e que haviam limpado as medalhas.
 
Os ladrões ainda escreveram segundo a PM, "Que se soubesse que era de Nory, não teriam roubado" e que "Espera que o atleta obtenha mais condecorações defendendo o atletismo brasileiro".
 

No dia do assalto, uma mulher de 64 anos, funcionária da casa, foi rendida pelos dois homens quando seguia até a porta de entrada da residência, que dá acesso à garagem.

De acordo com ela, os suspeitos entraram no imóvel em seguida e levaram as medalhas, uma mochila, chaves de um veículo e uma carteira de habilitação. A dupla fugiu em seguida sem levar o carro, que estava na garagem.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!