Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Outros Esportes » FUTEBOL AMERICANO

Kaepernick diz que NFL usa movimento antirracista como propaganda: “Ainda estão ativamente boicotando atletas”

Sem time há quatro temporadas, quarterback vê contradição da liga e sai em defesa de ex-companheiro que também está sem contrato

Redação Publicado em 14/09/2020, às 14h49 - Atualizado às 15h28

Kaepernick diz que NFL usa movimento antirracista como propaganda: “Ainda estão ativamente boicotando atletas”
Kaepernick diz que NFL usa movimento antirracista como propaganda: “Ainda estão ativamente boicotando atletas” - GettyImages
Principal nome do movimento contra o racismo no esporte dos Estados Unidos, Colin Kaepernick se manifestou sobre o posicionamento da NFL em apoio à causa. O quarterback, ex-San Francisco 49ers, defendeu o ex-companheiro de equipe, Eric Reid, e criticou a liga. 
 
Neste domingo, 13, Kaepernick usou as redes sociais para apontar contradição da NFL ao levantar a bandeira contra o racismo, alegando que a postura das franquias não condiz com o movimento. Para ele, o posicionamento da liga é mais usado como propaganda. 
 
Kaepernick está sem time desde o fim da temporada de 2016, quando rescindiu com os 49ers após seus primeiros protestos dentro de campo. O quarterback ativista acusa a NFL de boicote e, segundo ele, Eric Reid está sofrendo o mesmo dentro da liga. Reid acompanhou o quarterback nas manifestações dentro de campo desde o começo e ainda se posiciona abertamente sobre a luta antirracista.
 
“Enquanto a NFL faz propaganda sobre como eles se importam com as vidas negras, ainda estão ativamente boicotando Eric Reid por lutar pela comunidade negra. Ele alcançou dois recordes da franquia e é um dos melhores jogadores defensivos da liga”, escreveu Kaepernick. 
 
 
Nesta temporada, a NFL estampará nas ednzones as frases “Acabe com o racismo” e “Isso tira tudo de nós” como apoio ao movimento Black Lives Matter. 
 
 
Eric Reid está sem contrato desde março de 2020, quando encerrou o vínculo com o Carolina Panthers. Na última temporada, ele atingiu marcas importantes para a história da franquia, quando conseguiu 130 tackles e quatro sacks. 

 
 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!