Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Outros Esportes » TÓQUIO 2020

Japão terá prejuízo de R$ 13 bilhões com o adiamento da Olimpíada para 2021

COI decidiu mudar data dos Jogos Olímpicos por conta da pandemia de coronavírus, e questões contratuais ficam em aberto

Gabriela Santos Publicado em 25/03/2020, às 11h04

Japão terá prejuízo de R$ 13 bilhões com o adiamento da Olimpíada para 2021
Japão terá prejuízo de R$ 13 bilhões com o adiamento da Olimpíada para 2021 - GettyImages

Com o adiamento dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020 para 2021, confirmado nesta terça-feira, 24, em decisão inédita do Comitê Olímpico Internacional (COI), o Japão pode ter um custo adicional de US$ 2,7 bilhões (cerca de R$ 13 bilhões, na cotação atual).

A informação foi divulgada pelo jornal japonês Nikkei, especializado em economia. A publicação ainda levanta a questão de quem arcará com o prejuízo, afirmando que, provavelmente, serão os "contribuintes japoneses".

“Com certeza haverá custos. O valor, contudo, não sabemos agora. E quem vai pagar isso? Não preciso dizer que não serão discussões fáceis e não sabemos quanto tempo vão durar”, declarou Toshiro Muto, CEO do Comitê Organizador de Tóquio 2020.

Em uma teleconferência, Thomas Bach, presidente do COI, afirmou aos jornalistas do mundo que o primeiro-ministro Shinzo Abe se comprometeu a "fazer tudo que for preciso".

“Vai ser um custo adicional para os japoneses. Mas o primeiro-ministro Abe se comprometeu a fazer tudo o que for preciso. Todos foram impactados, jornalistas, atletas. Temos de fazer desses Jogos um símbolo de união”, afirmou Bach.

Com a decisão, que foi tomada por conta da pandemia de coronavírus, os organizadores de Tóquio 2020 terão de renegociar inúmeros contratos. Dentre alguns dos custos extras estão a manutenção das arenas e a possível mudança de locais de jogo. O tradicional Budokkan, por exemplo, onde o judô está previsto para fazer suas disputas, está alugado no ano que vem para um evento. Ainda que a nova data dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos não tenha sido escolhida, essa é uma questão que deve ser analisada.

Outro problema que deve ser levantado é em relação à Vila dos Atletas, já que muitas das instalações construídas para abrigar os esportistas no período dos Jogos já estão sendo negociados com possíveis compradores, e cerca de 1/4 dos mais de 5 mil já foram vendidos - há apartamentos que valem US$ 1 milhão (R$ 5,1 milhões).

Além disso, o Comitê Organizador emprega também 3,5 mil pessoas como membros de seu estafe e talvez alguns sejam dispensados. As marcas que pagaram Tóquio 2020 para estarem atreladas aos Jogos Olímpicos também são um problema, já que podem solicitar reembolso ou podem renegociar os contratos atuais e fazer novos.

A pandemia de coronavírus já registrou mais de 425 mil casos e mais de 18 mil mortes por complicações da Covid-19 em todo o mundo. 

Em toda a história das edições na era moderna (a partir de 1896), os Jogos Olímpicos foram cancelados três vezes, todas por conta de guerras: 1916 (primeira guerra mundial), 1940 e 1944 (as duas edições pela segunda guerra mundial).


Se você também curte praticar tênis ou quer começar a treinar, confira alguns itens esportivos abaixo!

1. Bola Tênis Starter Play Ball, Wilson 

2. Raquete Tênis Wilson US Open 25 

3. Capa Para Raquete Classic Cover 

4. Mochila Esp Iq13807A, Wilson  

5. Mochila Wilson Esportiva Team Cinza/preto

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

SportBuzz agora está no Spotify! Você quer ficar por dentro de todas as novidades do universo esportivo e dos seus atletas preferidos? Acesse https://spoti.fi/2HmL6A4 não dê mais nenhuma bola fora com o seu time do coração!