Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Outros Esportes » SURFE!

Em bateria espetacular, Gabriel Medina vence John John e permanece na briga do título mundial

Ítalo e Gabriel estão classificados para a semifinal e a disputa pelo troféu segue indefinida no Havaí

Guilherme Assumpção Publicado em 19/12/2019, às 15h45 - Atualizado às 20h25

Gabriel Medina encarou John John e não deu chances ao rival
Gabriel Medina encarou John John e não deu chances ao rival - GettyImages

Nesta quinta-feira, 19, a etapa decisiva do Circuito Mundial de Surfe voltou à ativa após sete dias de paralisação por conta das más condições do mar de Pipeline, no Havaí. Ítalo Ferreira e Gabriel Medina são os brasileiros que estão na disputa do título mundial e a definição do campeão acontecerá ainda hoje.

Na primeira bateria do dia, o líder do ranking Ítalo Ferreira enfrentou o brasileiro Peterson Crisanto em condições não tão favoráveis para os surfistas. Com 45 minutos para surfar, os brasileiros tiveram muita dificuldade para se encontrar na bateria.

No entanto, Ítalo achou uma onda intermediária e conseguiu encontrar bom tubo para somar 5.17 ao seu placar. O mar insistia em não ajudar o dia final do surfe. Com baterias simultâneas, os surfistas não encontravam as ondas da série para imprimir um ritmo forte de competição.

Peterson Crisanto também não encontrou boas ondas e tirou 3.33 em uma onda fraca. O surfista teve boa chance restando 12 minutos para o fim da bateria, mas não conseguiu completar o tubo. No entanto, perto do final da disputa, Ítalo achou bom tubo e somou 6.67 ao seu somatório.

Com um placar de 11.84 (6.67 + 5.17), Ítalo avançou para as quartas de final e torce pela eliminação de Gabriel Medina para conquistar seu primeiro título mundial. Na entrevista para a WSL após a bateria, Ítalo comemorou a vaga nas quartas, mas comentou a grande pressão por vencer seu primeiro título na carreira.

"É muita pressão, mas estou tentando aproveitar e sentir a energia de todo mundo. Foi uma boa bateria. Eu acho que vai ser um bom dia, com certeza. Estou muito feliz e amarradão por estar nas quartas", falou o surfista.

Ítalo Ferreira despachou Peterson Crisanto nas oitavas de final (Crédito: GettyImages)

 

Na quinta bateria das oitavas de final, Gabriel Medina encarou Caio Ibelli para seguir vivo na disputa do título mundial. E o início do duelo não foi fácil para os surfistas, já que, as condições do mar não estavam favoráveis para a prática do surfe. A primeira onda surfada aconteceu 15 minutos após o início da bateria. Gabriel achou tubo pequeno e somou 2.07.

O mar não ajudou os surfistas e a bateria não teve o desempenho que poderia ter. Porém, na última oportunidade de Ibelli, Medina entrou aparentemente de propósito na onda do adversário e teve interferência decretada pelos juízes.

Mas como o somatório de Caio não era suficiente, Gabriel Medina avançou às quartas de final após achar boa onda nos minutos finais da disputa. Com bom tubo para backdoor, Medina somou 4.23 e adiou o título de Ítalo Ferreira. 

Após a bateria, Gabriel explicou os motivos para tomar a atitude que teve com o rival para a transmissão da WSL.

"As ondas estão difíceis. Eu sabia que uma interferência iria me dar a vitória. Eu não sei (se Caio faria o resultado na última onda). Mas eu apenas tenho que jogar o jogo. Na minha cabeça, eu sabia o que fazer. É como eu falei, está na regra", falou.

Gabriel Medina venceu Caio Ibelli em bateria polêmica (Crédito: GettyImages)

 

QUARTAS DE FINAL

Na primeira bateria das quartas de final, Ítalo Ferreira voltou para a água e enfrentou o brasileiro Yago Dora. No momento da disputa, as ondas melhoraram muito e o nível subiu bastante. Com seu ritmo alucinante, o líder do ranking logo conseguiu achar boas ondas para assumir a ponta da bateria. Com um tubaço para Pipeline, Ítalo tirou 8.83 e complicou a vida de Yago.

Porém, Dora não facilitou a vida do concorrente ao título. Com boas ondas, o surfista pressionou Ítalo, mas o potiguar manteve a calma e avançou para a semifinal. Os adversários podem ser Kelly Slater ou Jack Freestone e o brasileiro volta a secar o bicampeão Gabriel Medina.

O surfista comentou a vitória diante do compatriota e falou sobre a expectativa na briga pelo título mundial.

"Eu peguei uma onda muito boa e estou muito feliz. Agora tenho mais duas baterias, devo ir onda a onda. Vou para o meu quarto (a casa do seu patrocinador fica em frente ao pico de Pipeline) esperar para voltar na semifinal", disse Ítalo em entrevista à WSL.

Na terceira bateria das quartas de final, Gabriel Medina não teve vida fácil e encarou o também bicampeão mundial John John Florence. A disputa começou eletrizante e o brasileiro logou achou ótimo tubo para somar 8.40. Logo depois, o havaiano deu a resposta e conseguiu encontrar bom tubo. Os juízes avaliaram e John John tirou 7.50.

Mas Gabriel estava empolgado e surfou uma das ondas da série para voltar à liderança. O surfista tirou 9.23 e colocou o rival na combinação. Após as ótimas notas, o brasileiro conseguiu segurar a vantagem e garantiu sua vaga na semifinal.

"Eu sabia que iria ser uma bateria estressante, porque é sempre difícil contra um dos melhores. Estou amarradão com a vitória. Eu comecei pegando várias ondas e conseguiu dois scores altos. Agora, eu vou pensar na semi. Vai ser uma bateria boa contra Griffin ou Michel. Vou ouvir uma música e me preparar. Eu quero estar na final, manter o meu foco", garantiu Medina à WSL.


5 itens que todo surfista precisa ter

1- Prancha de Surfe Taruga softboard 7.6 - https://amzn.to/2Wgv6pH

2- Parafina Bullys Cool - Água Fria - https://amzn.to/2BFqgcp

3- Leash Taruga bodyboard amador 4 pés - https://amzn.to/2MKfIil

4- A História da Rip Curl: 50 Anos de Altas Ondas, Negócios Internacionais, Personagens Destemidos e a Busca Pela Onda Perfeita - https://amzn.to/2MNwvkM

5- Capa de Prancha - https://amzn.to/2MLjpUU

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e o SportBuzz pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!