Sportbuzz
Outros Esportes / FÓRMULA 1

Hamilton e Mercedes investem R$ 142 milhões em iniciativas de combate ao racismo na Fórmula 1

Heptacampeão mundial e equipe anunciam projetos que vão promover a capacitação de pessoas racializadas

Redação Publicado em 27/07/2021, às 15h56 - Atualizado às 15h59

Hamilton e Mercedes investem R$ 142 milhões em iniciativas de combate ao racismo na Fórmula 1 - GettyImages
Hamilton e Mercedes investem R$ 142 milhões em iniciativas de combate ao racismo na Fórmula 1 - GettyImages

A parceria de Lewis Hamilton com a Mercedes para promover o combate ao racismo dentro da Fórmula 1 ganhou mais um capítulo. Nesta terça-feira, 27, o heptacampeão e a equipe anunciaram projetos por inclusão racial dentro do esporte. As partes fizeram um investimento inicial de 20 milhões de libras (R$ 142 milhões).

A Mercedes lançou a iniciativa “Ignite” e Hamilton anunciou a instituição “Mission 44”, com o objetivo de capacitar pessoas racializadas em cargos científicos e tecnológicos no automobilismo. Os projetos farão parte do programa Accelerate 25, criado pela equipe para aumentar o número de funcionários racializados de 3% para 25% até 2025.

Em seu perfil no Instagram, Hamilton, voz ativa no movimento antirracista no esporte, falou sobre sua experiência de vida. O heptacampeão mundial destacou que o Mission 44 tem como objetivo empoderar jovens britânicos de grupos pouco representados na Fórmula 1.

“Experimentei em primeira mão como vir de uma origem pouco representada pode afetar seu futuro, mas felizmente consegui superar essas dificuldades por meio de oportunidades e apoio. Quero garantir que outros jovens de origens semelhantes sejam capazes de fazer o mesmo”, escreveu o piloto em suas redes sociais.

A Ignite vai desenvolver programas educacionais, vai oferecer trabalho e apoio financeiro para estudantes racializados que miram carreira no automobilismo. De acordo com a Mercedes, a iniciativa usará o trabalho da Comissão Hamilton, criada pelo britânico e pela Academia Real de Engenharia Britânica para combater a falta de representatividade negra na categoria.

Hamilton lança iniciativa para inclusão racial na Fórmula 1 (Crédito: Instagram)

 

“Estamos empenhados em causar um impacto positivo na sociedade e construir uma plataforma a partir da qual as gerações futuras possam acessar e desfrutar nosso esporte fantástico. Esperamos ver muito mais talentos de grupos sub-representados se juntarem à nossa equipe e na indústria do automobilismo em geral”, disse Toto Wolff, chefe da Mercedes.

“Lewis fala há muito tempo sobre os desafios que enfrenta no automobilismo. Sua determinação em transformar sua experiência em uma ação tão poderosa e decisiva é uma medida de seu caráter e de seu compromisso inabalável em apoiar as pessoas a atingirem seu potencial”, completou no comunicado. 


 

 

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!