Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Outros Esportes » GINÁSTICA ARTÍSTICA

Ginástica artística: Medalhista olímpica diz que se aposentou após denúncia de abuso em treinos da Grã-Bretanha

Bronze em 2016, Amy Tinkler revela que abandonou o esporte aos 20 anos após denúncia formal das condições dos treinamentos

Gabriela Santos Publicado em 14/07/2020, às 13h10

Ginástica artística: Medalhista olímpica diz que se aposentou após denúncia de abuso em treinos da Grã-Bretanha
Ginástica artística: Medalhista olímpica diz que se aposentou após denúncia de abuso em treinos da Grã-Bretanha - GettyImages

Medalhista de bronze no solo das Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016, a ginasta Amy Tinkler revelou nesta terça-feira, 14, que se aposentou do esporte aos 20 anos de idade por conta de abuso moral sofrido nos treinos da ginástica artística da Grã-Bretanha.

O relato de Amy é mais um entre as várias denúncias feitas por ex-ginastas britânicas contra os abusos durante treinamentos. Na semana passada, ex-atletas revelaram as condições nos treinos da delegação britânica, e denunciaram maus-tratos, como passar fome, punição com pauladas com um bastão e treinos à exaustão. O último, inclusive, sob efeito de analgésico.

Em uma publicação, Amy Tikler afirma que se aposentou por não receber retorno da Federação Britânica de Ginástica (British Gymnastics) após uma denúncia formal dos abusos durante os treinamentos. Ela revelou que fez a queixa em dezembro do ano passado e não foi atendida pela entidade.

Amy não disse qual tipo de abuso sofreu e nem o que relatou para a Federação. A ginasta se aposentou em janeiro de 2020 e, na época, muito se dizia que a decisão ocorreu por conta da terceira cirurgia no tornozelo. No entanto, a ginasta confirmou que saiu do esporte devido aos abusos sofridos nos treinamentos britânicos.

Confira o comunicado de Amy Tinkler na íntegra:

Estou com o coração partido pelas histórias que foram contadas na semana passada.

Estou tão orgulhosa dos meus colegas ginastas que compartilharam suas histórias. Sei como é difícil, e sua bravura tem sido uma luz brilhante e inspiração em tempos sombrios e perturbadores para o esporte que amamos.

Enviei uma queixa formal à British Gymnastics em dezembro de 2019. Foi um relato de minhas experiências como ginasta de clube e da elite, e as experiências que compartilhei foram a razão da minha aposentadoria em janeiro, não uma lesão física como sugerido por alguns na época.

Minha reclamação foi enviada de acordo com a política de reclamações da British Gymnastics por uma equipe jurídica da Irwin Mitchell LLP. Depois de oito meses, não estou mais perto de receber feedback ou resultado.

Foi preciso muito apoio e aconselhamento para criar coragem para contar a minha história. Gostaria de agradecer a Scott e à equipe do South Essex Gymnastics Club por tudo o que fizeram por mim. Sem a ajuda deles, nunca teria forças para começar essa jornada.

Espero que alguém agora nos escute.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

#gymnastalliance

Uma publicação compartilhada por Amy Tinkler OLY (@amytinkler) em

 


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!