Sportbuzz
Outros Esportes / SURFE

Gabriel Medina vence Filipe Toledo e conquista tricampeonato mundial de surfe

Na decisão brasileira do WSL Finals, Medina venceu duas baterias na série final e faturou o terceiro título mundial

Redação Publicado em 14/09/2021, às 18h36 - Atualizado às 18h38

Gabriel Medina vence Filipe Toledo e conquista tricampeonato mundial de surfe - GettyImages
Gabriel Medina vence Filipe Toledo e conquista tricampeonato mundial de surfe - GettyImages

Gabriel Medina é tricampeão mundial de surfe! Nesta terça-feira, 14, o brasileiro venceu o compatriota Filipe Toledo na série melhor de três na WSL Finals, em Trestles, na Califórnia, nos Estados Unidos, e conquistou o título de 2021.

Em duas baterias, o surfista de Maresias fez grande apresentação e venceu por 16.30 a 15.70 e 17.53 a 16.39 para ser campão da temporada.

Medina conquistou o terceiro título mundial da carreira. Ele foi campeão em 2014 e em 2018, além do vice em 2019, ano vencido por Italo Ferreira. Nos últimos cinco anos, o Brasil teve um campeão no surfe em cinco oportunidades. Além de Gabriel e Italo, Adriano de Souza foi campeão em 2015.

Pela primeira vez na história um brasileiro é tricampeão no surfe. Com o título, Gabriel entrou para o grupo de tricampeões que conta com Tom Curren (EUA), Andy Irons (HAV) e Mick Fanning (AUS). 

“Conquistei o meu maior objetivo no surfe. Estou chorando agora porque é um mix de emoções. Estou feliz, emocionado. Sou feliz de fazer parte de time (brasileiro). Eles me puxam e eu puxo o nível deles”, disse Medina em entrevista à WSL.

Gabriel Medina liderou o ranking do circuito mundial na maior parte da temporada regular. O brasileiro chegou em Trestles já com vaga na final garantida, aguardando o mata-mata entre os outros quatro surfistas do top 5 para conhecer seu adversário na decisão.

Nas finais do masculino, os brasileiros Italo Ferreira (2º) e Filipe Toledo (3º), o americano Conner Coffin (4º) e o australiano Morgan Cibilic (5º) chegaram a WSL Finals como os melhores da temporada.

Primeira bateria

Na primeira bateria da série melhor de três, Gabriel Medina venceu Filipe Toledo por 16.30 a 15.70 na final masculina do WSL Finals 2021.

Medina recebeu 5.00 logo na primeira onda. Filipe respondeu com 7.00, mas viu o compatriota virar. Na decisão acirrada, Filipinho surfou para 8.33, mas Gabriel conseguiu 9.00 na sequência e reassumir a ponta.

Filipinho chegou a receber 7.37 a cinco minutos do fim, mas não conseguiu a virada na bateria.

Segunda bateria

Em sessão bem disputada, Medina abriu 14.83 a 7.83 a 26 minutos para o fim. Filipe conseguiu diminuir para 11.50, mas Gabriel seguiu dominante antes da paralisação da bateria.

A dez minutos para o fim, Gabriel Medina deu um aéreo e recebeu 9.3 de nota para abrir vantagem na liderança. Na sequência, Filipe rasgou a onda para 8.53: 17.53 a 16.39.

Bateria paralisada por presença de tubarão no local de competição

A 20 minutos para o fim da bateria, um tubarão foi visto no local da competição e a sessão precisou ser paralisada por 15 minutos. Segundo a organização da WSL Finals, o tubarão tinha cerca de 1,80m de comprimento. A região foi vasculhada durante o período de paralisação.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!