Sportbuzz
Outros Esportes / FÓRMULA 1

Fórmula 1: Leclerc prevê dificuldade na temporada de 2022

Sétimo colocado no último campeonato, Charles Leclerc projeta temporada desafiadora com mudanças nos carros de 2022; piloto da Ferrari destaca melhora em seu desempenho

Redação Publicado em 11/01/2022, às 16h03 - Atualizado às 16h04

Fórmula 1: Leclerc prevê dificuldade na temporada de 2022 - GettyImages
Fórmula 1: Leclerc prevê dificuldade na temporada de 2022 - GettyImages

Piloto principal da Ferrari, Charles Leclerc prevê muitos desafios para o campeonato de 2022 da Fórmula 1. A pré-temporada da categoria começa no dia 23 de fevereiro, no Circuito de Barcelona, e o monegasco falou um pouco sobre as atualizações nos carros a partir desse ano, como a nova gama de pneus. A temporada estreia no dia 20 de março, com o GP do Bahrein.

“É um pouco diferente. Vai ser bastante complicado. Quer dizer, é um desafio para nós, pilotos, e acho que será mais difícil de forma geral conduzir esses carros. Parece que ele vai funcionar muito bem sob o frio e teremos uma janela maior de trabalho, mas ainda é complicado sob altas velocidades”, disse Leclerc.

Canal SportBuzz:

O monegasco encerrou a última temporada, vencida pelo holandês Max Verstappen, na sétima colocação do campeonato de pilotos. Para Leclerc, seu desempenho em 2021 foi satisfatório, principalmente pela melhora na gestão da corrida. Ele ficou atrás de Carlos Sainz, que fez seu primeiro ano pela Ferrari e conquistou a quinta colocação.

Fórmula 1: Leclerc prevê dificuldade na temporada de 2022 (Crédito: GettyImages)

 

“Melhorei na gestão da corrida em geral. Desde 2020 esse era um dos meus pontos fracos, e especialmente em 2019. Eu fazia boas classificações, mas na corrida eu lutava um pouco mais. Tínhamos mais dificuldade como equipe, mas eu podia sentir que estava tendo mais trabalho do que os outros. Então me dediquei a isso e, em 2021, acho que se tornou um dos meus pontos fortes”, disse o monegasco, que fez sua estreia pela equipe em 2019.

“Mas ainda há muito mais para trabalhar: talvez um equilíbrio entre a minha classificação e a corrida que ainda não encontrei. Às vezes eu sacrifico minha classificação no grid para ser bom na corrida, como vimos algumas vezes. Mas estou trabalhando nisso”, disse em outro trecho.


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!