Sportbuzz
Outros Esportes / FÓRMULA 1

F1: Mercedes retira queixa ao resultado do GP de Abu Dhabi

Dias após final do campeonato de Fórmula 1, Mercedes desiste de apelo e decide não levar resultado do GP de Abu Dhabi à corte; equipe informa que decisão foi tomada em conjunto com Lewis Hamilton

Redação Publicado em 16/12/2021, às 09h23

F1: Mercedes retira queixa ao resultado do GP de Abu Dhabi - GettyImages
F1: Mercedes retira queixa ao resultado do GP de Abu Dhabi - GettyImages

Quatro dias após o encerramento do Grande Prêmio de Abu Dhabi de Fórmula 1, que garantiu o título a Max Verstappen, a Mercedes anunciou nesta quinta-feira, 15, que não vai seguir com o apelo após os protestos recusados pelos comissários de prova sobre o não-cumprimento do Regulamento Esportivo no fim da etapa decisiva. Em comunicado, a equipe afirmou que a decisão foi tomada junto com Lewis Hamilton, vice-campeão mundial.

Junto com Lewis, deliberamos cuidadosamente sobre como responder aos eventos da final da temporada da Fórmula 1. Sempre fomos guiados pelo nosso amor por este esporte e acreditamos que todas as competições devem ser vencidas por mérito. Na corrida de domingo, muitos sentiram, inclusive nós, que a forma como as coisas se desenrolaram não estava correta”, informou a Mercedes.

Canal SportBuzz:

Empatado com Verstappen até a última etapa, decisiva para o título mundial, Hamilton liderava o GP de Abu Dhabi com seis voltas para o final, com 11s9 de vantagem para o holandês. No entanto, Nicholas Latifi bateu no muro e o Safety Car foi acionado para que a pista fosse limpa.

Michael Masi, diretor de prova, no primeiro momento decidiu que a relargada seria sem permitir a ultrapassagem dos retardatários, mas mudou a decisão pouco depois. Apenas Lando Norris, Fernando Alonso, Esteban Ocon, Charles Leclerc e Sebastian Vettel receberam a autorização de passar os líderes, enquanto o regulamento indica que todos os pilotos devem fazê-lo após a sinalização do diretor de prova.

F1: Mercedes retira queixa ao resultado do GP de Abu Dhabi (Crédito: GettyImages)

 

Um dos pontos principais do protesto da Mercedes foi a retomada do safety car ao pit lane na penúltima volta, quando a indicação é que deve fazê-lo apenas na volta seguinte, com o realinhamento dos carros.

Leia o comunicado da Mercedes na íntegra

“Saímos de Abu Dhabi sem acreditar no que havíamos acabado de testemunhar. Claro, perder uma corrida faz parte do jogo, mas é diferente quando você perde a fé na competição.

Junto com Lewis, deliberamos cuidadosamente sobre como responder aos eventos da final da temporada da Fórmula 1. Sempre fomos guiados pelo nosso amor por este esporte e acreditamos que todas as competições devem ser vencidas por mérito. Na corrida de domingo, muitos sentiram, inclusive nós, que a forma como as coisas se desenrolaram não estava correta.

O motivo pelo qual protestamos contra o resultado da corrida no domingo foi porque as regras do Safety Car foram aplicadas de uma nova maneira que afetou o resultado da corrida, depois que Lewis estava na liderança e a caminho de ganhar o campeonato mundial.

Apelamos pela justiça esportiva e, desde então, temos mantido um diálogo construtivo com a FIA e a Fórmula 1 para esclarecer a situação pensando no futuro, de modo que todos os competidores conheçam as regras sob as quais correm e como serão aplicadas. Assim, saudamos a decisão da FIA de instalar uma comissão para analisar minuciosamente o que aconteceu em Abu Dhabi e para tornar as regras mais robustas, assim como a governança e tomada de decisões na Fórmula 1. Também agradecemos que eles tenham convidado as equipes e pilotos para fazerem parte disso.

A equipe Mercedes-AMG Petronas trabalhará ativamente com esta comissão para construir uma Fórmula 1 melhor - para cada equipe e todos os fãs que amam este esporte tanto quanto nós. Responsabilizaremos a FIA por esse processo e, por meio deste, retiramos nosso recurso.

Para Max Verstappen e Red Bull Racing: gostaríamos de expressar nosso sincero respeito por suas conquistas nesta temporada. Vocês tornaram esta luta pelo título do campeonato de Fórmula 1 verdadeiramente épica. Max, parabenizamos você e toda a sua equipe. Estamos ansiosos para lutar com você na pista na próxima temporada.

E por último, embora este campeonato de pilotos não tenha terminado da forma que esperávamos, não podíamos estar mais orgulhosos da nossa equipe.

Lewis, você é o maior piloto da história da Fórmula 1 e deixou seu coração em cada volta desta temporada incrível. Você é um esportista impecável dentro e fora da pista, e teve um desempenho impecável. Como um rival puro e um modelo para milhões de pessoas em todo o mundo, nós o felicitamos.

Valtteri, você tem sido uma parte tão importante desta equipe, vencendo cinco campeonatos de construtores em cinco temporadas. Obrigado por sua notável contribuição para a história do automobilismo. Kiitos, Valtteri.

Finalmente, para cada uma das mulheres e homens qualificados e apaixonados da equipe Mercedes-AMG Petronas F1 em Brackley e Brixworth: você escreveu um capítulo histórico na história do Flecha de Prata ao vencer o oitavo campeonato de construtores consecutivo. Esta é uma conquista sem precedentes. Em palavras simples: é incrível. Você é incrível.”


 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!