Sportbuzz

Depois de quase morrer nas chamas da Fórmula 1, Grosjean tenta apagar incêndio na Indy; confira!

Grosjean não se intimidou com as chamas, pegou o extintor para apagar o incêndio na Indy, mas bombeiros o impediram

Redação Publicado em 14/06/2021, às 09h50

Grosjean corre para tentar apagar incêndio na Fórmula Indy - Transmissão Indycar
Grosjean corre para tentar apagar incêndio na Fórmula Indy - Transmissão Indycar

Depois daquele impressionante acidente na Fórmula 1, onde o carro de Grosjean ficou totalmente em chamas com ele dentro, o piloto não se intimidou com as chamas em seu carro na Fórmula Indy e correu para apagar o incêndio.

O francês tentou apagar sozinho um princípio de incêndio no seu carro na Indy, neste domingo, 14, no GP de Detroit.

Grosjean parou o carro no canto da pista com as chamas ainda pequenas saindo dos freios dianteiros. Em seguida, o piloto saiu do veículo e em vez de abandonar o local, correu até o muro de proteção para pegar um extintor.

No entanto, antes que o piloto destemido pudesse concluir o serviço, os bombeiros profissionais da categoria o impediram. Depois do incidente, o francês ainda fez piada nas redes sociais ao "se identificar" como membro do corpo de bombeiros de Detroit e com a hashtag "rir para não chorar".

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Romain Grosjean (@grosjeanromain)

 

Por conta do acidente no GP do Bahrein, Grosjean não pôde se despedir da Fórmula 1 no ano passado. Porém, o piloto ganhou a oportunidade de testar a Mercedes em junho.

O impressionante acidente

 

Em 2020, o francês Romain Grosjean, piloto da Haas, sofreu um acidente assustador na primeira volta após uma batida violenta no guard rail depois de um toque com a AlphaTauri do russo Daniil Kvyat.

A Haas de Grosjean explodiu em chamas e foi partida ao meio, com o piloto ficando no cockpit no meio do fogo por 29 segundos. O francês não desmaiou com o impacto e conseguiu sair do que sobrou do carro e correu para pular guard rail.

Romain Grosjean sofreu queimaduras leves nas mãos e há suspeita de fraturas nas costelas. O piloto da Haas foi levado ao centro médico do autódromo de Sakhir para análises imediatas e depois foi transportado de helicóptero Hospital Central do Barein, que fica a dez minutos do circuito.

A prova foi interrompida com a bandeira vermelha porque o guard rail foi altamente danificado. Ainda não há previsão para o reinício da corrida, mas os responsáveis pela infraestrutura do autódromo já iniciaram o trabalho de reconstrução da barreira.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!