Sportbuzz
Outros Esportes / FUTEVÔLEI

‘Casal Altinha’ faz sucesso na web com maneiras criativas de praticar o esporte

Em entrevista exclusiva ao SportBuzz, Tainá e Felipe falaram de sua paixão pela altinha e futevôlei

Gabriela Santos Publicado em 19/07/2021, às 13h30

‘Casal Altinha’ faz sucesso na web com maneiras criativas de praticar o esporte - Instagram
‘Casal Altinha’ faz sucesso na web com maneiras criativas de praticar o esporte - Instagram

Os empresários Tainá Dias e Willian Felipe fazem sucesso nas redes sociais mostrando as habilidades na altinha e no futevôlei. Os dois conversaram com o SportBuzz e contaram como surgiu o “Casal Altinha”.

Segundo Tainá, o nome nasceu na quarentena, quando decidiram testar maneiras criativas de praticar o esporte. De uma ideia para espantar o tédio, eles elevaram o nível e acrescentaram muita personalidade na altinha.

“Começamos (a produzir vídeos) na quarentena. Estávamos em casa sem fazer nada e com tédio e começamos a fazer altinha dentro de casa”, disse a empresária de 26 anos.

“Estávamos meio que brincando, vimos que foi bacana e decidimos filmar. A gente postou e a galera curtiu. Começamos a fazer coisas criativas dentro de casa e, na quarentena, ajudou muito a passar o tédio”, completou Felipe, de 28 anos.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por TAINÁ (@tainadias)

 

Além da altinha, os dois são atletas amadores de futevôlei. Ainda que por lazer, Tainá e Willian disputam diversas competições e já conquistaram muitos pódios. Com o crescimento do esporte, arenas no meio de grandes cidades, como São Paulo, onde o casal treina, passaram a ser construídas e atraem públicos de todas as idades.

Inicialmente praticado somente na praia, o futevôlei tem aproximado um público que vive longe de cidades litorâneas. Tainá e William comentaram a diferença da prática do esporte na praia e em arenas.

“Tem diferença porque estamos acostumados a jogar em arenas, que têm as paredes cercando. Então, temos uma certa referência dos espaços e da quadra também. Já na praia tem um recuo gigante e a gente fica total sem noção de espaço, mas com certeza jogar na praia é bem melhor”, disse Tainá.

“É como se fosse uma adaptação da praia em São Paulo. A gente não consegue estar na praia todos os dias, mas tem um lugar desse na cidade e dá para se sentir um pouco na praia. Então, imita bem a sensação de estar na praia”, acrescentou Felipe. “E aqui nas arenas falta o mar (risos)”, completou.

O “Casal Altinha” também contou como começaram no esporte, como é o cenário do futevôlei no Brasil e qual é a expectativa do esporte se tornar uma modalidade olímpica. Assista ao vídeo completo:


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!