Sportbuzz

NFL: Carl Nassib é liberado pelos Raiders após vazamento de e-mails homofóbicos do ex-técnico

Único jogador assumidamente gay da liga, Nassib recebe dia de folga após divulgação de mensagens homofóbicas, racistas e misóginas de Jon Gruden

Redação Publicado em 13/10/2021, às 20h18 - Atualizado às 20h19

Carl Nassib é liberado pelos Raiders após vazamento de e-mails homofóbicos do ex-técnico - GettyImages
Carl Nassib é liberado pelos Raiders após vazamento de e-mails homofóbicos do ex-técnico - GettyImages

Carl Nassib, único jogador abertamente gay da NFL, foi liberado pelo Las Vegas Raiders nesta quarta-feira, 13, após o vazamento de e-mails com conteúdos homofóbicos, racistas e misóginos do técnico Jon Gruden, que pediu demissão do cargo.

De acordo com o general manager dos Raiders, Mike Mayock, Nassib afirmou que precisava processar a situação após a mudança no comando técnico da franquia.

“(Nassib) e eu conversamos algumas vezes ontem e novamente hoje. Ainda vamos nos encontrar mais tarde. Ele pediu um dia de folga hoje e disse que tem muito a processar, aconteceram muitas coisas nos últimos dias. Nós, obviamente, apoiamos o pedido dele”, afirmou Mayock aos repórteres.

Por meio de um vídeo nas redes sociais, o defensive end do Las Vegas Raiders se assumiu gay durante a última pré-temporada, em junho. Há seis anos na NFL, ele afirmou que não sabia se teria apoio, mas destacou a importância de dar voz à causa LGBTQIA+ na liga.

Na última segunda-feira, 11, o técnico Jon Gruden renunciou ao cargo de head coach após o vazamento dos e-mails com mensagens homofóbicas, racistas e misóginas.

As conversas foram vazadas no último dia 1º pelo “Wall Street Journal”, que publicou ofensas racistas ao líder do sindicato dos jogadores (NFLPA). No dia 11, o “New York Times” divulgou outras mensagens, estas ofendendo mulheres e gays, e ainda criticando o protocolo de concussões da liga. Após a divulgação dos e-mails, escritos enquanto trabalhava para a “ESPN americana”, Gruden pediu demissão do cargo no Las Vegas Raiders.

Os e-mails foram descobertos pela NFL durante uma investigação de conduta indevida do Washington Football Team. Membros do alto escalão da franquia foram acusados por funcionárias e líderes de torcida de assédio sexual. O dono do Washington foi multado em US$ 10 milhões, e o NFLPA pode exigir a divulgação de todos os e-mails para a apuração dos crimes.




Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!