Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram SportbuzzSpotify Sportbuzz
Outros Esportes / EXCLUSIVA

Caio Castro fala sobre temporada na Porsche Cup: “Não é para top 5”

Caio Castro acompanhou o treino da Fórmula 4 e concedeu entrevista exclusiva ao SportBuzz: “Não acredito que seja um quadro que vá me levar para o top 5”

Fernanda Gasel Publicado em 15/07/2022, às 18h00 - Atualizado às 18h01

Caio Castro testa carro da Fórmula 4 - Fernanda Gasel
Caio Castro testa carro da Fórmula 4 - Fernanda Gasel

O piloto e ator Caio Castro foi até Interlagos para testar o carro de Nicolas Giaffone, filho do ex-piloto e comentarista da F1, Felipe Giaffone. Nicolas estreou na Fórmula 4, nova categoria de monopostos destinada a pilotos juniores, em Mogi Guaçu, no autódromo Velocitta. Agora, o jovem vai pilotar em Interlagos - a pista mais famosa do Brasil - na segunda etapa da temporada.

Apaixonado por velocidade, Caio Castro, que está acostumado com carros de turismo, aceitou o convite para pilotar um monomarca da Cavalero Sports. Segundo Nicolas, o maior desafio do carro é o conforto: “É um carro novo para todo mundo. Esse ano é um carro diferente dos anteriores, com todos os upgrades que eles trouxeram lá de fora. E como é um carro sem potência, você precisa guiar de uma forma arrisca o tempo inteiro. Não é necessariamente confortável de guiar, então acho que esse é o maior desafio: Ficar confortável com o desconfortável”.

Apesar das dificuldades, Caio teve uma ótima performance e acelerou logo na primeira volta. “Eu ainda não conhecia esse carro direito, não tinha o domínio completo, mas ele é bem parecido com o kart e estou familiarizado com a pista, então eu consegui me divertir”, contou o piloto em entrevista ao SportBuzz.

Caio já mostrou que tem domínio da pista. A mais recente vitória do ator foi justamente no autódromo paulistano pela Porshe Cup. Essa foi a terceira vez que o piloto conquistou o lugar mais alto do pódio em Interlagos. “Qualquer corrida em Interlagos é muito especial. Mesmo ganhando no mesmo autódromo a sensação é virginal, é irrepetível, é absurdamente incrível”, comentou Caio.

Sua última vitória foi mais complicada. Caio chegou a conquistar a pole position, mas, devido a uma punição, acabou largando em 10º lugar. No entanto, manteve-se focado e assumiu a ponta e conquistou o primeiro lugar. Segundo o piloto, sua maior estratégia foi manter o emocional: “Racionalmente era um por um, sempre pensando na próxima ultrapassagem, consciente de quantos carros tinham na minha frente, mas sempre pensando no próximo”.

A Porshe Cup ainda tem seis etapas e Caio falou sobre suas expectativas para o restante da temporada. “O campeonato se constrói em conjunto. Infelizmente eu tive problemas com o carro, bomba de combustível queimando, pneu furado, então são duas corridas a menos. No início da temporada eu tive um acidente que eu não tinha nada a ver, um carro esbarrou em mim e me prejudicou bastante, então os resultados do começo não foram bons. Não acredito que seja um quadro que vá me levar para o top 5 na classificação geral, mas a dor ensina muito mais que alegria”, desabafou.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!