Sportbuzz
Outros Esportes / EITA!

Bomba! Gabriel Medina não vai participar da primeira etapa da WSL

Atual tricampeão mundial de surfe, Gabriel Medina abriu mão de sua participação na primeira etapa da WSL; entenda o motivo!

Redação Publicado em 24/01/2022, às 15h34

Gabriel Medina abdicou da primeira etapa da WSL para cuidar da saúde mental; confira! - GettyImages
Gabriel Medina abdicou da primeira etapa da WSL para cuidar da saúde mental; confira! - GettyImages

Cinco dias antes do início do circuito mundial de surfe, uma notícia pegou todos os amantes da WSL de surpresa. Gabriel Medina, o atual campeão da categoria, não vai participar do primeiro desafio da temporada, que será realizado em Pipeline, no Havaí, e tem data prevista para o dia 29 de janeiro e terminará em 10 de fevereiro. 

Pelo menos é o que informa o site "Globo Esporte", que revelou os motivos pela decisão polêmica tomada por Gabriel Medina. Segundo a publicação, depois de passar por um ano conturbado com sua família e nos bastidores de sua carreira, o surfista optou pelo tratamento de sua saúde mental. Ou seja, por tempo indeterminado, o atual tricampeão da WSL não estará em atividade. 

Canal - SportBuzz

Desde que enfrentou problemas familiares durante a última edição do circuito mundial, Gabriel Medina teve de aguentar duras críticas em relação a sua vida particular. Depois de todo caos nos bastidores de sua carreira, o surfista optou por iniciar um tratamento psicológico e ainda não tem uma previsão para que haja o seu retorno a WSL. 

No entanto, por ficar de fora deste primeiro circuito mundial e também por ainda não ter definido o seu tratamento psicológico, a defesa do seu título pode ficar comprometida. A WSL decidiu, nesta temporada, fazer algumas mudanças e a principal delas é a alteração na decisão da competição, onde apenas os cinco primeiros do ranking poderão lutar pela glória. 

Gabriel Medina em ação na WSL
Gabriel Medina não vai defender o título na primeira etapa da WSL por questões de saúde mental (Crédito: GettyImages)

 

Além disso, a temporada terá circuito, sendo que na metade dela haverá um corte entre os 34 surfistas que estão brigando pelo título da WSL. Apenas 22 poderão disputar as últimas cinco provas. Desta forma, caso Gabriel Medina perca mais alguns eventos, a tendência é do brasileiro não seguir para tentar outra vez o título mundial da categoria. 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Medina #10 🥷🏻 (@gabrielmedina)

 

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!