Sportbuzz
Facebook SportbuzzTwitter SportbuzzYoutube SportbuzzInstagram SportbuzzTelegram Sportbuzz
Outros Esportes » FÓRMULA 1

Após derrubada de estátua de traficante de escravos, Hamilton cobra retirada de símbolos racistas pelo mundo

Estátua de Edward Colston foi derrubada por manifestantes em ato antirracista em Bristol, na Inglaterra

Redação Publicado em 08/06/2020, às 10h23

Após derrubada de estátua de mercador de escravos, Hamilton pede retirada de símbolos racistas pelo mundo
Após derrubada de estátua de mercador de escravos, Hamilton pede retirada de símbolos racistas pelo mundo - GettyImages

Manifestantes que participaram de um ato antirracista neste domingo, 7, em Bristol, sul da Inglaterra, ganharam apoio do piloto Lewis Hamilton. Eles usaram cordas para derrubar a estátua de Edward Colston (1636-1721) e depois a jogaram no rio Avon.

Colston construiu a sua fortuna com o comércio de escravizados da África ocidental no final do século 17. Estima-se que ele tenha traficado cerca de 84 mil homens, mulheres e crianças. 19 mil morreram no caminho para o Caribe e para as Américas. A estátua que estava em Bristol desde 1895, tem sido alvo de controvérsias nos últimos tempos.

Após a derrubada da estátua, o piloto da Fórmula 1 cobrou que governos pelo mundo derrubem símbolos racistas pacificamente.

“A estátua do mercador de escravos, Edward Colston, sendo derrubada. Nosso país homenageou um homem que vendia escravos africanos. Todas as estátuas de homens racistas que fizeram dinheiro vendendo outros seres humanos deveriam ser derrubadas. Qual a próxima? Eu desafio os governos ao redor do mundo a realizar essas mudanças e a remover pacificamente estes símbolos racistas”, escreveu em seu Instagram.

O ato foi celebrado pelo público presente na manifestação, mas o primeiro ministro Boris Johnson e membros do governo condenaram a ação.

Bristol tem diversas ruas, escolas e bares homenageando o comerciante de escravizados Edward Colston. O seu legado vem sendo questionado pelas novas gerações e, após o ato deste domingo, um abaixo assinado foi criado pedindo a troca por uma estátua de Paul Stephenson, responsável por campanhas de igualdade na cidade nos anos 1960.

Hamilton tem sido um dos líderes esportivos nos protestos por George Floyd. Após suas declarações sobre o racismo na Fórmula 1, a categoria e alguns pilotos se manifestaram em apoio aos atos.


Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!