Sportbuzz
Outros Esportes / GINÁSTICA ARTÍSTICA

Ainda em recuperação após cirurgia, Flávia Saraiva aponta evolução: "Cada semana ganho uma medalha"

Por conta da cirurgia, Flávia Saraiva não está competindo no Brasileiro de ginástica artística, mas está na torcida

Redação Publicado em 01/10/2021, às 12h15

Flávia Saraiva durante a final da trave nas Olimpíadas - GettyImages
Flávia Saraiva durante a final da trave nas Olimpíadas - GettyImages

Um passinho de cada vez que dá resultado! Seis semanas depois de passar por uma cirurgia no tornozelo direito, a ginasta Flávia Saraiva está se recuperando aos poucos, mas no Brasileiro de ginástica artística ficou na arquibancada para apoiar os companheiros.

Duas vezes finalista olímpica da trave, a ginasta de 22 anos mudou de função para dar força as companheiras de treinos como Rebeca Andrade, Jade Barbosa e Daniele Hypolito nesta sexta-feira, 1, às 14h30 (horário de Brasília), nas disputadas do Brasileiro de ginástica artística.

"É muito legal fazer parte desse outro lado, de torcedora. Normalmente sempre estou competindo. Sinto falta, porque queria muito competir, mas tive de operar depois das Olimpíadas. Cada semana estou evoluindo. Parece que a cada semana ganho uma medalha", disse Flavinha segundo o site "Globo Esporte".

Flávia Saraiva lesionou o tornozelo poucos meses antes do início das Olimpíadas. Desde então, começou um tratamento para conseguir competir em Tóquio e até foi à final da trave, mas a cirurgia depois do evento foi inevitável.

Essa, inclusive, foi a primeira vez que a ginasta passou por um procedimento assim.

"É a primeira cirurgia, mas como já tive outras lesões, meio que estou preparada. Óbvio que entrar em uma sala de cirurgia assusta um pouco, mas depois tudo isso passa. Já tive lesões piores. Sempre pós-operatório é difícil, mas estou muito positiva com essa cirurgia. Acho que foi uma coisa boa para me amadurecer. Estou muito mais forte. Foram quatro meses com o pé mais ou menos, e agora estou com o pé bom de novo. Isso me dá uma confiança muito grande", contou a atleta.

Já que a temporada 2021 está chegado ao fim, a ginasta só vai voltar às competições no ano que vem. Ela espera estar na equipe que vai disputar o Campeonato Pan-Americano, no primeiro semestre.

Hoje, no Brasileiro de ginástica artística estão como destaques a campeã olímpica Rebeca Andrade (Flamengo), o campeão mundial Arthur Nory (Pinheiros) e os atletas olímpicos Daniele Hypolito (Flamengo), Lorrane Oliveira (Flamengo), Francisco Barretto (Pinheiros) e Caio Souza (Minas). Arthur Zanetti, por lesão, e Flávia Saraiva são os desfalques.

Já nesta sexta-feira, 1, conheceremos os campeões por equipes e do individual geral, e as finais por aparelhos vão ser no domingo, 3.

As disputas poderão ser acompanhadas através do canal da TV fechada, pelo "SporTV2".

Confira o cronograma da ginástica artística:

Sexta-feira (01/10)

  • Subdivisão 1 feminina - Flamengo, Centro Olímpico-SP e Sesi-SP - 14h30 (horário de Brasília);
  • Subdivisão 1 masculina - Serc Santa Maria, Grêmio Náutico União e Flamengo - 14h30 (horário de Brasília);
  • Subdivisão 2 feminina - Fluminense, Cegin, Grêmio Náutico União e Minas - 18h30 (horário de Brasília);
  • Subdivisão 2 masculina - Pinheiros, Minas e Setor Leste - 18h30 (horário de Brasília);
  • Premiação por equipes e individual geral masculino e feminino - 22h (horário de Brasília).

Domingo (03/10)

  • Finais por aparelhos - 9h25 (horário de Brasília).

Receba notícias do SportBuzz no WhatsApp! Para fazer parte do canal CLIQUE AQUI!